Ressaltando o sentimento de gratidão, lealdade e amizade para com Iris Rezende, Caiado afirmou que vai trabalhar diuturnamente com esse fim

caiado lucas iris

Eleito senador por Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) tem outro desafio pela frente: eleger Iris Rezende (PMDB) governador. Para que o decano peemedebista possa derrotar o adversário Marconi Perillo (PSDB) no segundo turno, Caiado elegeu como meta convencer o candidato derrotado Vanderlan Cardoso (PSB) a ajuda-lo na empreitada.

Ressaltando o sentimento de gratidão, lealdade e amizade para com Iris Rezende, Caiado afirmou que vai trabalhar diuturnamente com esse fim. “Não vou parar enquanto não trouxer também  Vanderlan para o nosso palanque”, disse.

Ele também fez críticas ao atual governo estadual, citando, principalmente, os gastos com publicidade. De acordo com o democrata, o Estado está sendo “subjugado pela prepotência do governador”, e afirmou que os 54% dos votos recebidos por candidatos da oposição refletem insatisfação com a gestão atual.

“No silêncio das urnas o povo pediu por favor para que os líderes aglutinassem e se unissem para tirar o atual governador do poder”, avaliou. Ainda nesta quarta, Caiado esteve com representantes do DEM de diversos municípios para pedir que reforcem em suas bases o nome de Iris Rezende.

O prefeito de Aporé, Ailton Gomes da Pena, garantiu que acompanha Ronaldo Caiado. “Onde ele coloca o pé eu coloco junto. Trabalhei no primeiro turno e trabalharei no segundo também, de corpo e alma. Vamos vencer estas eleições”, declarou.