Rodrigo Maia adianta pagamento de R$ 17 milhões de auxílio-mudança

Presidente da Câmara dos Deputados que  está em campanha à reeleição adiantou o benefício, pago ao final dos mandatos dos deputados em 31/1, para 28/12

Presidente da Casa, Rodrigo Maia (de gravata escura), comemorando a vitória para a Mesa Diretora em 2016 | Foto: Reprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), antecipou o pagamento do benefício auxílio-mudança aos colegas da Casa para o fim de dezembro passado. Geralmente, esse benefício é pago ao  final do mandato em 31 de janeiro, mas o presidente resolveu adiantar o auxílio para 28 de dezembro. Cada parlamentar recebe um salário integral no valor de R$ 33,7 mil. Como os deputados também receberam a segunda parte do 13º salário em dezembro, o contracheque de cada parlamentar chegou a R$ 84 mil.

Dos 513 deputados federais, oito não receberam o benefício: quatro recusaram, sendo eles Major Olímpio (PSL-SP), Mara Gabrilli (PSDB-SP), Bon Gass (PT-RS) e Heitor Schuch (PSB-RS).

Rodrigo Maia está em campanha para se reeleger presidente da Mesa Diretora em 1º de fevereiro quando os deputados federais tomarem posse. Nesta semana ele conseguiu apoio do PSL de Jair Bolsonaro em troca da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante e cobiçada da Câmara.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.