Risco de calote de gigante chinesa derruba Bolsa e eleva dólar

Endividamento da empresa Evergrande faz índice Ibovespa cair mais de 3%. Ações da Vale e de siderúrgicas são afetadas

Bolsa de valores cai mais de 3% por risco de calote de gigante chinesa. | Foto: reprodução

O endividamento da gigante chinesa do setor imobiliário, Evergrande, derrubou ações da Vale e de outras siderúrgicas e fez a Bolsa operar em queda de mais de 3%. O reflexo disso no mercado foi a alta do dólar.

O risco de calote estrangeiro fez recuar a demanda por aço e derrubou o preço do minério de ferro. O mercado financeiro global observa com temor a situação da empresa chinesa e seus impactos para outros mercados.

A Evergrande tem várias dívidas com vencimento para até quinta-feira (23). O valor dos débitos chega a US$300 bilhões. Os mercados enxergam essa semana como decisiva.

A alta do dólar registrada hoje chegou a 0,73%. A moeda chegou a ser vendida a R$5,3454. O índice da Ibovespa caiu 3,27%. O motivo foi o impacto nas ações da Vale e de outras siderúrgicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.