Réu na operação Lesa Pátria, que investiga os atos do 8 de janeiro, Giovanni Carlos dos Santos, 46 anos, morreu após cair de uma árvore, na quarta-feira, 24, em São José dos Campos.

Giovanni virou réu pelos atos de 8 de janeiro no âmbito do Inquérito 4.921, que investiga os autores intelectuais e pessoas que instigaram os atos.

Os acusados podem virar réus por incitação ao crime (artigo 286, parágrafo único, do CP) e associação criminosa (artigo 288).

O STF aceitou denúncia contra Goivanni em um bloco de análise com outras 244 pessoas.

Leia também:

“Iria para a porta do quartel de novo”, diz Amauri Ribeiro um ano após 8 de janeiro

“Forte ligação”, diz PGR sobre deputado bolsonarista nos atos do 8 de janeiro