Resolução da CIB deve orientar estratégias para novo cronograma de vacinação dos municípios

Governador anunciou que jornalistas também integrarão grupos prioritários.

Com a chegada de 150 mil novas doses da vacina no estado de Goiás nessa quinta-feira, 24, o governador Ronaldo Caiado, anunciou que 10% dessas doses será destinado a lactantes, garis, profissionais da limpeza e da educação e os profissionais da imprensa também serão incluídos a esses grupos prioritários.

Na manhã desta quinta-feira, foi realizada uma reunião extraordinária Comissão Intergestores Bipartite (CIB) de Goiás, onde foi pactuado que os gestores terão autonomia para destinar a vacinação a partir das próximas remessas e desde que a vacinação dos professores estejam concluídas.

A CIB Goiás é composta pela secretaria estatual de Saúde (SES) e o Cosems (que representa os 246 municípios). No SUS para deliberar sobre as decisões, é preciso que se pactue em CIB (outras instâncias CIR, CIM ou CIT – que envolve o governo federal).

A partir da publicação da Resolução da Comissão Intergestores Bipartite de Goiás, prevista para a tarde desta quinta-feira, cada município deve adotar estratégias próprias para que esses grupos sejam vacinados, com informações mais detalhadas de como os municípios poderão fazer a nova divisão das próximas doses.

O objetivo da pactuação é dar celeridade na vacinação. Neste sentido, cada município pode portanto destinar 100% das doses à população (em ordem decrescente) de acordo com a sua realidade epidemiológica.

Profissionais de comunicação

A luta para que os profissionais da imprensa em Goiás sejam vacinados já tem tempo. A deputada estadual Adriana Accorsi (PT), solicitou no dia 07 de Abril um aval para incluir jornalistas e radialistas no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19. O  vereador Romário Policarpo (Patriota) também havia protocolado recentemente, no dia 08 de Junho, um requerimento endereçado ao prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, em que solicitava a vacinação dos jornalistas.

Goiás recebeu nessa quinta-feira,24, 100 mil doses da CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan, e 50.100 imunizantes da Janssen, da Johnson & Johnson.

Atualizada às 17h

Com colaboração de Luíza Lopes 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.