Representantes do Vale do São Patrício discutem ameaça de colapso no atendimento de saúde a pacientes com Covid-19

Os gestores esperam discutir ainda, o fechamento ou não do comércio durante o carnaval

Leitos para atendimento aos pacientes | Foto: Divulgação

Prefeitos e  secretários municipais de saúde de 10 municípios da região do Vale do São Patrício discutem nesta quarta-feira, 10, às 15 horas, no Centro Cultural de Ceres os problemas de atendimento de saúde pública, principalmente a pacientes acometidos com pela Covid-19.

Segundo o autor da iniciativa, o prefeito de Ceres, Edmário Barbosa cerca de 80% dos pacientes atendidos no muncípio vêm de outras cidades e a capacidade de atendimento está esgotada. 

Outra dificuldade relatada pelo gestor é de que no ano passado o Governo Federal liberava recursos às prefeituras para serem aplicados no combate a Covid-19, o que segundo ele, não vem acontecendo no momento. Com isso, em 2020 a prefeitura custeava vagas em UTIs na rede privada, o que atualmente não está sendo possível.

“Ceres é uma cidade polo, com melhor estrutura de atendimento de saúde e isso atrai pacientes de toda a região. Mesmo com as dificuldades não podemos recusar atendimento”, pontuou o prefeito que espera discutir ainda, o fechamento ou não do comércio durante o carnaval.

“Algumas cidades vão fechar e outras não. Essa deve ser uma decisão a ser adotada na região. De forma isolada não surte efeitos positivos”, afirmou Edmário.

Demanda

De acordo com o gestor, com a falta de estrutura para atender a demanda e com a crescente procura no último final de semana o problema se agravou. Em ação emergencial, o governo realizou a transferência de 24 pacientes com Covid-19 para outras cidades. Alguns foram encaminhados para Rio Verde e os demais para cidades vizinhas como Rialma, Goianésia e Jaraguá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.