Rejeitado pela família, jovem gay de 16 anos se mata em SP

Desabafo de um amigo do adolescente Lui Aquino repercutiu nas redes sociais nesta quinta-feira (5)

Lui Aquino morreu na última terça-feira (13) | Fotos: Facebook

Lui Aquino morreu na última terça-feira (13) | Fotos: Facebook

Um desabafo publicado na noite da última quarta-feira (4/11) no Facebook viralizou e tem chamado a atenção de usuários da rede social. Na postagem, o jovem Gil Lima relata a morte de um amigo, que supostamente vítima da intolerância da própria família, resolveu se matar.

Segundo a publicação, o adolescente Lui Aquino, de 16 anos, cometeu suicídio na terça-feira (3), em Poá, interior de São Paulo.

“O garoto Lui Aquino sempre alegre e sorridente travava uma guerra dentro de si, pois vivia cercado dentro de sua própria familia por seres desumanos que o reprimiram e não aceitavam sua diferença sexual, se enforcou buscando na morte uma paz de espírito que não conseguia encontrar”, relatou o amigo.

A publicação no Facebook já tem mais de mil compartilhamentos e comentários, além de cerca de 14 mil curtidas. Na conta pessoal de Lui Aquino, diversos usuários deixaram mensagens de luto, pedindo também o fim da intolerância e da homofobia.

A morte de Lui também foi notícia no blog “Homofobia mata”, que registra os casos de mortes envolvendo homossexuais em todo o País.

12
Deixe um comentário

7 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leandro Santos da Silva

Religiões estão destruindo vidas e famílias brasileiras, interferindo de forma abusiva e devastadora na saúde mental e sexual dos jovens levando-os ao limite da existência da vida, que é o suicídio. Há uma crise de atenção básica em nossa sociedade que precisa de regulamentação para punir com rigor o crime de homofobia, não temos o direito de ensinar que todas as pessoas pertençam à organizações religiosas, incluindo o seu próprio filho (homossexual ou não), caso contrário enfrentará o Amargedon=suicídio. Hoje, de acordo com a filosofia moderna, a bíblia reproduz privilégios (milionários) para o sacerdócio religioso no Brasil, em vez de… Leia mais

Miguel N da Silva

LAMENTÁVEL QUE AINDA HAJA ESSE IPO DE ATITUDES DE PESSOAS DIAS CRISTÃS.QUE DEUS OQUE SEUS CORAÇÕES E DE TANTOS COMO ELES.

Jonas Consentino

Vivemos num país de ignorantes. E sempre serão! Mesmo quem é gay, trata a condição como opção. Ninguém opta ser gay, portanto é uma condição, vc nasce gay, desde pequeno vc já se sente diferente. A batalha piora na adolescência. É raro um gay que não tenta suicídio na adolescência. Poucos sobrevivem à pressão, e o apoio da família nestas horas é fundamental. Na adolescência eu tentei namorar garotas, tentei psicólogos, psiquiatras, etc… quando vi que não tinha outra saída, ou eu me assumia para mim, ou viveria uma farsa, decidi que queria morrer, pra me livrar de todo o… Leia mais

Alexandre Giviet

O problema Básico não é apenas com a questão da Homofobia em si … O problema é algo muito mais profundo é algo cultural que está enraizado nessa desgraca de país chamado Brasil aonde ninguém se respeita ou respeita o próximo basta você sair na rua para ver pessoas totalmente dementes duelando por bobagens , aqui mesmo na internet é possível ver a falta de respeito e da intolerância dos próprios brasileiros com relação a tudo, se existe um tema sobre determinado assunto, existe um debate com ( várias pessoas dando suas opiniões diferentes em relação ao tema ) e… Leia mais

João honesto

Eu ri alto com seu delírio sobre os Estados Unidos. #BlackLivesMatter

Decy Pires

Meu Jesus Cristo a vida é muito mais valiosa do que preferência sexual!

Patrícia

Tudo é muito complicado, pois o jovem está vivendo os seus conflitos, mas a família não aceita . Não acho que seja fácil para uma mãe que teve teve filho homem, ver o garoto começando a ficar afeminado e aceitar . Parabéns para os pais que conseguem fazer isso. Não concordo com a ideia e que nasce gay. Não é comprovado genericamente isso, e ainda tem o índice muito grande de abuso na primeira é segunda infância ( que na maioria das vezes , leva o jovem abusado a homossexualidade) . Posso ser radical , mas se essa for a… Leia mais

Rogeria

Você não è obrigada a aceitar absolutamente nothing!!!!
Da mesma forma que os gays não lhe devem satisfação , não aceita ótimo, ? , mas guarde para vc teu veneno homofóbico. Vc não tem o direito de optar na vida de outra pesssoa , vá cuidar da tua. Pessoas como vc são desnecessárias

Betinha

Achei q vc esta certa

Gustavo

Me cadastrei somente pra me manifestar na sua linda opinião: CALE ESSA BOCA DE ESGOTO! Um abraço.

Joao Braga

Agora a família tem obrigação de aceitar filho viado? Se ele quis se matar, problema dele.

Gustavo

Olha que a vida dá o troco hein! Por trás da tela de um computador é muito fácil ser filho da puta. Mas aguarde, pq o que é seu tá guardado