Reajuste da tarifa de ônibus em Goiânia gera revolta e promessas de protesto

A CMTC anunciou, na última sexta-feira (14/2), que o valor da passagem passará de R$ 2,70 para R$ 3,30 a partir da próxima segunda-feira (16)

Internautas se organizaram para um protesto um tanto quanto inusitado Foto:Reprodução/Facebook

Internautas se organizaram para um protesto um tanto quanto inusitado Foto:Reprodução/Facebook

O aumento da tarifa de ônibus do transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia gerou revolta nas redes sociais desde que foi anunciado na última sexta-feira (13/2) pela Companhia Metropolitana do Transporte Coletiva (CMTC). Indignados, internautas se manifestaram contra o reajuste e grupos começaram a se organizar para eventuais protestos.

No Facebook, o “Frente de Luta pelo Transporte”, grupo responsável pela organização de grande parte dos protestos contra o aumento do valor da passagem no último ano, publicou um comunicado em que chama a população para as ruas. “Por justiça e dignidade, ocupem a cidade!”, finaliza a publicação.

Está marcada para a próxima quarta-feira (18) uma reunião organizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFG para tratar do tema e elaborar uma possível agenda de manifestações.

Também no Facebook, a página “É da RMTC? Estou sendo roubado por vocês!” propõe uma forma de protesto um tanto quanto inusitada. A proposta é que os internautas utilizem o canal de denúncia da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo para deixar sua mensagem de revolta contra o reajuste tarifário de quase 18%.

Reajuste de 18%

A CMTC anunciou, no início da tarde da última sexta-feira (13), que a tarifa dos ônibus do transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia passará de R$ 2,70 a R$ 3,30 a partir da próxima segunda-feira (16).

De acordo com o órgão, foi realizado um estudo tarifário, que obteve posicionamento favorável e formalizado da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR).

A revisão da tarifa foi avaliada e aprovada, por unanimidade, pelos membros da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC). A data para a entrada em vigor do novo valor também foi aprovada.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.