Reabertura do Mutirama ainda depende de nova licitação

Edital para contratação de empresa para realizar a manutenção dos brinquedos ainda está emperrado

Alexandre Magalhães, presidente da Agetul | Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

Fechado desde julho deste ano e alvo de nova investigação pela Polícia Civil, o Parque Mutirama não deve reabrir as portas em 2017, conforme havia previsto o presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), Alexandre Magalhães, em outubro deste ano.

Em entrevista ao Jornal Opção nesta semana, o titular afirmou que ainda aguarda o andamento de uma licitação por parte da Secretaria Municipal de Administração (Semad) para que o espaço de lazer volte a ter o funcionamento normalizado.

O processo licitatório diz respeito à contratação de uma empresa para realizar a manutenção dos brinquedos. “Este é um edital diferenciado e a Semad está procurando um modelo semelhante em outros lugares do País para servir de modelo. Não há previsão”, pontuou.

O Jornal Opção ligou insistentemente durante a última semana para a superintendência de Licitação da Secretaria Municipal de Administração (Semad) para saber do andamento do processo, mas sem sucesso.

O Mutirama foi fechado no dia 26 de julho após pane em uma das atrações do parque deixar 13 pessoas feridas. Na última semana, a Polícia Civil indiciou três pessoas pela tragédia, incluindo Alexandre Magalhães pelo crime de lesão corporal culposa por omissão.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.