“Radares só multam quem descumpre a lei”, rebate Jayme Rincón

Presidente da Agetop afirma que ataques da oposição a sistema de monitoramento implantado pelo governo são incoerentes e demagógicos

Em vídeo postado em suas redes sociais, o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón (PSDB), condenou a iniciativa do deputado estadual José Nelto (PMDB) de apresentar denúncia contra o Centro de Controle, Operação e Fiscalização (CCOF) no Ministério Público Estadual (MP-GO).

Implantado para monitorar o tráfego nas rodovias estaduais com o objetivo de prevenir acidentes e preservar a vida de condutores e pedestres, o sistema é considerado uma inovação no país. “Em uma atitude demagógica, o deputado apresentou uma denúncia contra a Agetop no Ministério Público Estadual. Ele é contra a instalação de radares, lombadas eletrônicas e câmeras de monitoramento nas GOs que cruzam o Estado”, afirma o presidente da Agetop.

“Quando critica a instalação de equipamentos de vigilância e de monitoramento eletrônico, o deputado está ficando ao lado dos infratores, que diga-se de passagem são sempre os mesmos”, afirmou Jayme Rincón.

“Se tivesse um pouco de coerência, o deputado deveria ter apresentado também uma denúncia contra a Prefeitura de Goiânia, que está instalando exatamente o mesmo sistema adotado com sucesso pela Agetop”, completou.

Imagens 

No vídeo postado em suas redes sociais, Jayme Rincón mostra imagens impressionantes registradas pelas câmeras do Centro de Controle, Operação e Fiscalização (CCOF) nas rodovias estaduais monitoradas pelo sistema. Elas mostram cenas chocantes de atropelamentos, acidentes envolvendo carros, caminhões e motocicletas e cenas de perseguição policial a assaltantes. “A função dessas câmeras de vigilância é dar maior segurança para quem trafega pelas nossas GOs”, rebate.

“No pouco tempo em que estão em ação, nós já conseguimos identificar motoristas atropelando pedestres, ciclistas e motociclistas, não dando assistência e fugindo; carros sendo roubados; motoristas dirigindo sem cinto [de segurança], com criança ao lado [no banco da frente]; uma série de infrações. Essas câmeras visam a segurança de todos os usuários (das rodovias)”, relata,

O presidente da Agetop explica que a instalação de lombadas eletrônicas e câmeras de monitoramento estão entre os principais pedidos de providências enviados diariamente pelos cidadãos à Agetop. “A fiscalização de trânsito é colocada para dar maior proteção aos usuários das nossas rodovias. Dos pedidos que nós recebemos na Agetop, um dos maiores é pela instalação de câmeras, de lombadas e de radares. Porque com eles nós estamos dando maior segurança aos usuários de nossas rodovias”, afirma.

Jayme diz ainda que, através das Jaris (Juntas Administrativas de Recursos de Infrações), os condutores que considerarem injusta as penalidades de trânsito têm toda a assistência e orientação pública para recorrer contra sua aplicação. “Na Agetop não existe indústria de multa. O cidadão que eventualmente for flagrado cometendo algum tipo de infração, se estiver correto, tem toda a oportunidade de apresentar sua defesa e, se houver algum tipo de equívoco (na aplicação da penalidade), essa multa não é aplicada”, ponderou.

“Portanto, os radares, as câmeras e as lombadas eletrônicas são colocadas para fiscalização, e para coibir maus motoristas e infratores dirigindo nas nossas GOs”, arrematou.

Centro

O governo de Goiás inaugurou o Centro de Controle, Operação e Fiscalização das rodovias (CCOF) no último dia 5. O CCOF acompanha 24 horas por dia o tráfego na GO-020, trecho BR-153-Autódromo; na GO-040, Goiânia-Setor Madre Germana; na GO-060, Goiânia-Trindade e na GO-403, Goiânia-Senador Canedo. São 35 câmeras registrando em tempo real infrações, roubos, e causas de acidentes, com o objetivo de prevenir acidentes e salvar vidas.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nilson Gomes Jaime

Parece piada de salão, esse senhor Jayme Rincón falar em segurança no trânsito, como pretexto para a “indústria da multa” que o governo implanta. Ontem (11/06/2017), caí num buraco na rodovia Palmeiras de Goiás-Indiara, a 10 km desta última, e tive um pneu partido e dois “papos”, exigindo a troca de 4 pneus. Os buracos nesse local não permite desviar, já que ocupam toda a pista. Se se preocupasse mesmo com a segurança no trânsito, esse senhor faria o reparo desta rodovia, em péssimas condições de Palmeiras até Pontalina e BR-153. A população, além de pagar os prejuízos da negligência… Leia mais