“Queremos disputar em pé de igualdade”, diz Francisco Oliveira sobre chapão da base

Muitos partidos aliados querem participar da coligação para disputa na Câmara Federal, mas lançar chapas independentes para deputados estaduais

Francisco de Oliveira (PSDB) | Foto: Alego

O PSDB pode acabar ficando sozinho ou tendo poucas siglas participando da coligação para a disputa a vagas na Assembleia Legislativa na eleição de outubro deste ano. Isso porque muitos partidos que compõem a base aliada do governador José Eliton (PSDB) pretendem lançar chapa pura de candidatos a deputados estaduais.

Para o líder do governo na Assembleia, deputado Francisco Oliveira (PSDB), a questão ainda vai ser costurada pelo governador José Eliton, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB), o presidente do partido em Goiás, deputado Giuseppe Vecci, e os presidentes dos demais partidos.

“Essa é uma discussão que vai ser feita dentro de uma lógica, de um consenso. Obviamente, se não tiver um chapão, o PSDB precisa de uma chapa de pelo menos 63 candidatos competitivos. Não havendo essa chapa, vamos brigar para que tenha uma chapão. O que queremos é disputar em pé de igualdade. O que não pode é fazer um acerto para preservar os deputados federais e nós aqui da Assembleia sermos sacrificados”, avaliou.

A avaliação de muitos dos partidos menores é de que, em uma chapa com o PSDB, seus candidatos teriam que ter um número muito maior de votos para ser eleito do que em uma chapa pura.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.