Ministro cumpria quarentena em Nova York, nos Estados Unidos. Ele testou positivo para a doença depois de acompanhar o presidente Jair Bolsonaro em viagem para participação de evento da ONU

Marcelo Queiroga retorna ao Brasil depois de cumprir período de isolamento nos Estados Unidos.

Marcelo Queiroga, o ministro da Saúde, retornou ao Brasil nesta segunda-feira, 4, depois de cumprir período de isolamento em Nova York, por conta da Covid-19. Ele anunciou que tinha contraído o vírus quando integrava a comitiva brasileira que participava da 76° Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). 

Além de Queiroga, outras três pessoas que também faziam parte do grupo que estava acompanhando o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), também acabaram contraindo a doença, como o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães e um funcionário do cerimonial do Palácio do Planalto que não chegou a ser identificado.

No último domingo, 3, Queiroga se manifestou por meio de sua conta no Twitter afirmando que havia testado negativo para a Covid-19 e que por isso poderia sair do isolamento que estava cumprindo em um hotel na cidade de Nova York, a fim de retornar para o Brasil. Segundo a Agência Brasil, ao desembarcar no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo e antes de seguir para Brasília, o ministro afirmou que não tinha compromissos agendados para hoje. O ministério da Saúde não divulgou quando o chefe da pasta deverá retomar o cumprimento de suas atividades oficiais.