Quatro pessoas são presas por venda de um bebê em Aparecida de Goiânia

O suspeito se passava por pai e havia custeado todo o tratamento da criança e da mãe, inclusive exames de pré-natal e o parto

A Polícia Militar prendeu quatro suspeitos, na manhã deste domingo (24/8), de estarem envolvidos com a venda de um bebê em Aparecida de Goiânia. A denúncia foi feita para o Ministério Público Federal (MPF) e repassada aos policiais do 8º batalhão de Aparecida de Goiânia.

Segundo informações da Polícia Militar ao Jornal Opção Online, a investigação teve início nesta sexta-feira (22). “A esposa do acusado não pode ter filhos e a mãe da criança tem outros quatro e não tinha interesse de cuidar deste bebê”, informou o soldado Rodrigues. Ele também declarou que o suspeito havia custeado todo o tratamento da criança e da mãe, inclusive exames de pré-natal e o parto.

O homem se passava por pai do bebê e deve ser acusado, junto com os outros três suspeitos, de adoção ilegal que prevê pena de dois a seis anos de cadeia. Os quatro indivíduos foram encaminhados para Instituto Médico Legal para exame de corpo delito e, posteriormente, serão apresentados no 1ª Departamento de Polícia de Aparecida de Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.