Quatro deputados estaduais deixarão Assembleia em janeiro; Veja quem assume

Adib Elias (PMDB), Ernesto Roller (PMDB), Renato de Castro (PMDB) e Zé Antônio (PTB) assumirão como prefeitos em janeiro e suas vagas ficarão disponíveis

| Fotos: Y. Maeda e Marcos Kennedy

PMDB terá a maior mudança; Zé Antônio (à direita) disputou em Itumbiara depois que Zé Gomes (PTB) foi assassinado | Fotos: Y. Maeda e Marcos Kennedy

Quatro dos 41 deputados estaduais saíram vitoriosos das eleições municipais no último domingo (2/10) e deixam a Assembleia Legislativa a partir de janeiro, quando tomam posse em suas respectivas cidades. No lugar deles, quatro suplentes irão assumir e o atual primeiro suplente, que é Júlio da Retífica (PSDB), será efetivado.

A bancada que sofrerá a maior mudança é a do PMDB, que não terá mais Adib Elias (PMDB), Ernesto Roller (PMDB) e Renato de Castro (PMDB). Adib venceu com folga em Catalão e será substituído por Wagner Siqueira (PMDB), que conseguiu 24.250 votos na última eleição. Ernesto Roller também saiu vitorioso em Formosa e sua vaga será ocupada por Clécio Alves (PMDB), que teve 18.339 votos.

Renato de Castro, que venceu Jalles Fontoura (PSDB) com uma margem apertada em Goianésia, cede lugar não a um candidato do PMDB, legenda em que está agora, mas a um do PT, partido pelo qual foi eleito em 2014. Seu suplente é Karlos Cabral (PDT), que obteve 15.254 votos nas últimas eleições. Atualmente, Karlos está no PDT, mas, quando foi eleito, era do Partido dos Trabalhadores

Ele engrossa a bancada petista na Assembleia, que voltará a ter quatro deputados estaduais. Adriana Accorsi (PT), que poderia ter saído caso conseguisse se eleger para a Prefeitura de Goiânia, não passou para o segundo turno e segue no cargo.

Por fim, Zé Antônio (PTB), que não concorria a nenhum outro cargo em 2016, deixará a casa porque substituiu Zé Gomes (PTB) na disputa em Itumbiara. Na última quarta-feira (28/9), Zé Gomes e o policial militar Vanilson João Pereira foram mortos em um evento político, quando um funcionário da prefeitura da cidade, identificado como Gilberto Ferreira, abriu fogo contra a caminhonete em que estavam. Em seu lugar, será efetivado o atual primeiro suplente, Júlio da Retífica (PSDB).

Como Lêda Borges (PSDB) está atualmente licenciada para comandar a Secretaria Cidadã do Governo do Estado, Daniel Messac (PSDB), que obteve 27.142 votos, ocupa sua vaga. O primeiro suplente passa a ser, então, Victor Priori (DEM), que não conseguiu vencer a disputa pela prefeitura em Jataí e pode assumir.

Além de Adib, Ernesto, Renato e Zé Antônio, quem também pode deixar a casa é Major Araújo (PRP), que ainda concorre ao cargo de vice-prefeito pela chapa de Iris Rezende (PMDB) no segundo turno. Caso Iris vença o pleito, Major Araújo será substituído pelo vereador Elias Vaz (PSB), cujo partido estava em coligação com o PRP e com o PSC nas últimas eleições, em 2014.

Veja quem sai e quem assume:

Quem sai Quem assume
Adib Elias (PMDB) Wagner Siqueira (PMDB),
Ernesto Roller (PMDB) Clécio Alves (PMDB)
Renato de Castro (PMDB) Karlos Cabral (PDT)
Zé Antônio (PTB) Júlio da Retífica (PSDB) será efetivado e Daniel Messac (PSDB) assume

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.