Quarentena provoca queda de movimento no Banco de Sangue do Hospital Araújo Jorge

Só no setor de Hematologia do hospital 90% dos pacientes precisam, em algum momento, de transfusão sanguínea

Araújo Jorge expõe queda no número de doares de sangue / Foto: Reprodução

O Hospital de Câncer Araújo Jorge, em Goiânia, tem sido uma das unidades de saúde que mais têm sofrido com a pandemia do coronavírus e a quarentena imposta para contê-la. O Banco de Sangue que abastece o hospital, por exemplo, já contabiliza uma diminuição de 30% no número médio de doadores/semana e teme que o recuo afete os pacientes oncológicos que, devido a natureza própria do tratamento, precisam de sangue diariamente.

Conforme a unidade, das 160 pessoas atualmente internadas na unidade, estima-se que 45 façam uso diário do sangue armazenado no local. Para se ter uma ideia, só no setor de Hematologia 90% dos pacientes precisam, em algum momento de transfusão sanguínea.

Para a biomédica e supervisora técnica do Banco de Sangue do Hospital Araújo Jorge, Aline Fernanda, o agravante da situação é a percepção errônea de muitas pessoas de que a unidade é pública e, por isso, ligado ao Hemocentro de Goiás (Hemog). “Somos uma instituição privada de caráter filantrópico e precisamos da contribuição da sociedade para manter nosso estoque em dia. Dele dependem milhares de vidas. Precisamos de sangue durante o ano inteiro porque durante 365 dias lutamos contra o câncer”, destaca.

Doar faz bem

A Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) está encabeçando o projeto “Saia de casa só se for para fazer o bem”. A iniciativa, que, em Goiás, irá beneficiar o Araújo Jorge, o Hemog e o Hospital das Clínicas, terá como parceiro o aplicativo de transporte Cabify.

Por meio de um cupom de desconto, os doadores terão direito a corridas gratuitas até 19 de junho, sempre de segunda a sexta. Ao todo, serão disponibilizadas 5 mil corridas (média de 238 viagens de ida e volta por dia), que valerão apenas dentro de Goiânia, e vão transportar solidariedade em forma de passageiros.

O Banco de Sangue funciona de segunda à sexta, das 7 às 17 horas, na Rua 239, nº 181, Setor Leste Universitário. Informações pelo telefone (62) 3243-7031.

Para doar, é preciso:
– Estar em boas condições de saúde
– Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos
– Menores de 18 anos só doam mediante apresentação de formulário de autorização
– Pesar, no mínimo, 50kg
– Estar descansado (ter dormido pelo menos 8 horas nas últimas 24 horas)
– Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.