PT ignora a força da internet e Lula acaba pedindo votos para Marina Silva em vídeo-montagem

Em gravação original, Lula se refere à candidata ao Senado por Goiás, Marina Sant’Anna

Um vídeo postado recentemente no YouTube tem preocupado a cúpula do PT. Nele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) parece estar pedindo votos para a presidenciável Marina Silva (PSB-Rede).  A gravação que começou a circular na quinta-feira (28/8) se trata, no entanto, de uma montagem. No vídeo original, Lula se refere à candidata ao Senado por Goiás, Marina Sant’Anna (PT).

O presidente do PT nacional, Rui Falcão, chegou a enviar um pedido administrativo ao Google para retirar a peça do YouTube. Apesar de realmente o vídeo postado ter sido removido do canal, outros usuários acabaram por reproduzir a gravação em suas contas, e a montagem ainda pode ser conferida pelos usuários.

“Eu conheço a Marina há mais de 30 anos, por isso, tenho certeza de que ela é hoje a candidata mais preparada para ajudar a combater as desigualdades sociais em Goiás”, diz o ex-presidente no vídeo original, sendo omitidas na “montagem” apenas as duas últimas palavras “em Goiás”. O coordenador jurídico da campanha de Dilma, Flávio Caetano, classificou a gravação modificada como “fraudulenta e criminosa”.

Acontece que, mesmo se tratando de uma irregularidade eleitoral, a montagem que tanto incomodou o PT poderia ter sido evitada facilmente. Por mais que a peça tenha sido pensada originalmente para o eleitorado goiano era óbvio que o nome “Marina”, mesmo no Estado, iria remeter à ex-senadora pessebista. Até mesmo quem assistiu à propaganda eleitoral na TV, sem edições, notou o erro de “principiante”.

O vídeo, que pode ter sido gravado antes da morte do então cabeça de chapa Eduardo Campos, foi ao ar sem levar em conta a ascensão da ex-senadora. O PT e sua equipe de markenting, por inocência ou incompetência, fez questão de esquecer a força e a influência que a internet possui e como ela pode ser traiçoeira.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.