PSDB não descarta candidatura de Delegado Waldir à Prefeitura de Goiânia

Segundo presidente metropolitano do partido, deputado federal não comunicou o tucanato sobre uma possível desfiliação

Rafael Lousa 23

Rafael Lousa em entrevista ao Jornal Opção | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O presidente do PSDB Metropolitano, Rafael Lousa, contrariou a versão de que o deputado federal Delegado Waldir deixará o partido para ser candidato a prefeito de Goiânia. Na verdade, ele assegura que o tucanato ainda considera o nome do deputado delegado ao pleito.

“Não está descartada a candidatura de Waldir. Em momento algum ele comunicou o partido que não será candidato pelo PSDB. Pelo contrário, tem dito que quer ser candidato pelo PSDB. A mim nunca comunicou”, garantiu Lousa.

Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente afirmou, ainda, que não há “preferência” por candidato. “Temos quatro pré-candidatos, estamos buscando o consenso antes das prévias, construindo por meio do diálogo, democraticamente”, explicou ele, que emendou revelando o prazo estabelecido para a decisão: “Fim de janeiro, no máximo”.

Estão no páreo, segundo ele, os deputados federais Delegado Waldir, Giuseppe Vecci e Fábio Sousa, bem como o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón. No entanto, este último já se manifestou, oficialmente, negando que é pré-candidato.

Questionado sobre a demora para a escolha do candidato do partido, Rafael Lousa assegurou que tudo corre conforme combinado: “Eleição só começa em agosto, já houve casos em que se decidiu na convenção. Estamos dentro do prazo. Se não conseguirmos o consenso até o final de janeiro, realizaremos as prévias e quem for derrotado, apoiará o vencedor”.

“O certo é que o PSDB terá candidato. E seremos vitoriosos”, arrematou.

Nos bastidores, o deputado Delegado Waldir nem considera mais a disputa no PSDB e está de malas prontas para outro partido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Epaminondas

Dependemos do PSDB para varrer a corja petista em escala federal, mas do estadual para baixo… francamente: Marconi, Waldir e João Campos são o pior do que a política pode produzir.