PSDB define nome de Rafael Lousa para presidência de diretório metropolitano

Apesar de ter recebido apoio, o empresário não confirmou nome na disputa: “A candidatura depende das eleições zonais”

Rafael ainda não confirma seu nome na disputa da presidência do Diretório Metropolitano | Foto: reprodução/Twitter

Rafael ainda não confirma seu nome na disputa da presidência do Diretório Metropolitano | Foto: reprodução/Twitter

Em reunião realizada na Agetop nesta quarta-feira (25/2), o PSDB decidiu apoiar Rafael Lousa para a presidência do diretório metropolitano do partido. Como o grupo que fez a articulação já tem a maioria dos votos, é possível que a disputa tenha chapa única.

Estavam presentes no encontro o vereador Thiago Albernaz, o presidente da Agetop, Jayme Rincón, o presidente estadual do PSDB, Paulo de Jesus, o presidente da Câmara de Goiânia, Anselmo Pereira, Orion Andrade, os vereadores Gian Carlos e Cristina Lopes, além do próprio Rafael Lousa e do atual presidente do Diretório Metropolitano, Maurício Beraldo.

Com o apoio de Paulo de Jesus, conquistado durante a reunião, Rafael conseguiu ganhar a força que precisava para garantir sua eleição ao Diretório. Além do líder do PSDB na Câmara ser o vereador Thiago Albernaz, o grupo de Nion Albernaz na legenda foi fortalecido com esta articulação.

Em entrevista ao Jornal Opção Online, Rafael não confirmou que disputará as eleições para o diretório metropolitano. De acordo com ele, é preciso primeiramente passar pelas convenções zonais. “A candidatura depende das eleições zonais. Não sou candidato de mim mesmo, mas do partido”, explicou.

O tucano reafirmou que, independentemente de candidatura, pretende ajudar a montar chapas fortes e competitivas para que o partido possa ampliar seu espaço. Rafael destacou que sempre fez parte sempre contribuiu com o partido e que deixa seu nome à disposição.

Eleições do diretório

Entre os dias 8 e 29 de março, as dez zonais do PSDB realizarão eleições e debates que levantarão o perfil econômico e social de cada região da cidade. No dia 12 de abril, ficará definido os integrantes do diretório metropolitano. O atual presidente, Maurício Beraldo, destacou que a nova direção do PSDB terá uma responsabilidade muito grande.

“Sabemos a grave crise que hoje atravessa a cidade de Goiânia e não é fácil, então nós precisamos de muito trabalho, muita reflexão, ouvir, principalmente ouvir a população da capital para apontar saídas para esses problemas”, pontuou.

Já sobre a possibilidade de se reeleger, Beraldo afirmou que o partido tem vários nomes que podem assumir a presidência e que ele busca entregar o partido de uma forma bastante forte e atuante. Segundo o presidente, o que o atual diretório tem feito é discutir com a militância, os filiados e a sociedade a nova realidade dos partidos no Brasil.

Deixe um comentário