PSD pode apoiar impeachment de Bolsonaro caso ameaças à democracia continuem, diz Kassab

Para o ex-prefeito de São Paulo, é inadmissível que em meio a uma pandemia, Jair Bolsonaro participe e estimule motociatas e ameace constantemente a democracia

Ex-prefeito de São Paulo e atual presidente do PSD, Gilberto Kassab | Foto: Reprodução

Atual presidente do PSD, Gilberto Kassab mencionou a possibilidade de o partido apoiar o impeachment do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A justificativa, segundo Kassab, dependerá dos próprios posicionamentos e atitudes de Bolsonaro, caso este continue na escalada contra a democracia. As informações foram reveladas na coluna da Jornalista Míriam Leitão, no O Globo.

Isso, porque para Kassab, é inadmissível que, em meio a uma pandemia, o presidente de um país gaste tempo – dele próprio, de ministros e assessores – e recursos públicos em manifestações e motociatas, além de realizar ameaças a democracia. Ele ainda declarou não acreditar que Bolsonaro consiga chegar ao segundo turno nas eleições de 2022, dada a queda na popularidade do atual presidente.

Por outro lado, Kassab permanece em defesa do atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para o pleito em 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.