Promotor denuncia 24 pessoas por linchamento de suspeito de estupro em Nova Crixás

As denuncias individuais tratam de crimes como vilipendiar cadáver, arrebatamento de preso, tentativa de homicídio, causar prejuízo ao patrimônio público e instigar e incitar a multidão

Divlgação/PM

Divlgação/PM

Vinte e quatro pessoas foram denunciadas pelo promotor de justiça Alencar José Vital pelo envolvimento na morte de Isaías dos Santos Novais, linchado dentro do Hospital Municipal de Nova Crixás, em 5 de abril deste ano. Ele era suspeito de estupro de vulnerável, pois naquela data teria sido preso em flagrante cometendo o ato contra uma criança de 7 anos. De acordo com o delegado que atendeu ao caso, Isaías invadiu a casa da vítima, a levou para fora, e, em um lote baldio, cometeu o estupro. Ao ser levado para a delegacia, populares se aglomeraram, pois Isaías era conhecido na cidade por outros crimes, inclusive outros dois casos de estupro.

Isaías, também chamado pelo apelido de Boga, foi encaminhado ao hospital para realizar exames, quando várias pessoas invadiram o local e o espancaram. Imagens do ato foram captadas por câmeras de segurança do local. Ele também foi esfaqueado na região do abdômen, sendo que a faca ficou cravada em seu corpo. A causa da morte foi traumatismo craniano. Após ser morto, o corpo dele foi arrastado para a rua, onde populares comemoraram com gritos e chutes ao cadáver.

As denuncias individuais tratam de crimes como vilipendiar cadáver, arrebatamento de preso, tentativa de homicídio, causar prejuízo ao patrimônio público e instigar e incitar a multidão.

Lista dos denunciados disponibilizada pelo MPGO:

1. Adão José de Monte – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
2. Agnaldo Rodrigues da Silva – vilipendiar cadáver, arrebatamento de preso, instigar e incitar a multidão a cometer crime
3. Alex Júnior Oliveira Santos de Sousa – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
4. Alicio Cavilha – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
5. Aurélio Marcos Alves dos Reis – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
6. Bruno Fernandes de Abreu – homicídio, arrebatamento de preso e por vilipendiar cadáver
7. Carlito Cesar Nascimento Júnior – causar prejuízo ao patrimônio público e instigar a multidão
8. Célio Bento de Oliveira – incitar a multidão
9. Flaviane Loubach de Oliveira – instigar a multidão
10. Francisco Benedito Neto – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
11. Humberto Junio dos Santos Teixeira – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por instigar a multidão
12. Italo Henrique Liberal Costa – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por instigar a multidão
13. Jactã Antônio Cesar Batista Monteiro – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
14. Jair Balduíno Delfino – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
15. Jota Júnior Gonçalves Conceição – homicídio, arrebatamento de preso e por incitar a multidão
16. Jucimar Pereira da Silva – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
17. Ladion Alves de Souza – homicídio e arrebatamento de preso
18. Lemuel Rodrigues Soares Júnior – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
19. Núbio Júnior de Faria – homicídio
20. Pedro Soares de Lima – homicídio
21. Rodrigo Souza Ferreira – tentativa de homicídio e por instigar a multidão
22. Rogério Rodrigues Caetano – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por vilipendiar cadáver
24. Dino Neris de Carvalho – vilipendiar cadáver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.