Projeto que concede data-base aos servidores de Goiânia é aprovado em definitivo na Câmara

Vereadora Sabrina Garcêz (PTB) apresentou requerimento solicitando que o prefeito antecipe o pagamento previsto em oito parcelas

Vereadora Sabrina Garcêz (PTB) | Foto: Arquivo

Os vereadores aprovaram, em segunda e última votação, na sessão ordinária desta quarta-feira (10/10), o projeto de lei que concede a revisão geral dos vencimentos dos servidores, a chamada data-base, referente aos anos de 2017 e 2018.

O texto prevê reajustes de 4,08% e 2,76%, respectivamente, e que serão divididos em oito parcelas. A expectativa é de que o primeiro pagamento já seja realizado na folha do mês de outubro.

A pagamento da data-base está em atraso desde o início da gestão Iris e o envio do projeto só aconteceu depois que a reforma da Previdência foi aprovada na Casa de Leis.

Antecipação

Sem concordar com o parcelamento em oito vezes, a vereadora Sabrina Garcêz (PTB) chegou a anunciar que apresentaria uma emenda para que o número de parcelas caísse para quatro. Ela pediu que o líder do prefeito, vereador Tiãozinho Porto (Pros), intermediasse a negociação.

A proposta gerou discussão entre os vereadores e, diante da possibilidade de a emenda atrasar a tramitação do projeto e consequentemente o pagamento, Sabrina decidiu por não apresentar a emenda e sim um requerimento solicitando que o prefeito antecipe e pague de duas em duas parcelas.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.