Projeto de lei permite e incentiva uso de celular nas salas de aulas em Goiás

Matéria de autoria do deputado Jean Carlo tramita na Assembleia Legislativa

Deputado Jean Carlo | Foto: Y. Maeda

Projeto de lei de autoria do deputado estadual Jean Carlo (PSDB) prevê revogar a lei 16.993/2010, que proíbe o uso de telefone celular na sala de aula das escolas da rede pública estadual de ensino. Para Jean, a proibição é arcaica, pois o smartphone pode servir de ferramenta para auxiliar os estudos, “sendo possível a utilização de aplicativos de educação”.

Segundo justificativa apresentada no projeto, Jean defende que o uso do celular nas salas de aula permite o acesso à informação. “É útil na realização de pesquisas e trabalhos a serem realizados pelos alunos”. A Proposição 1121/2018 está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), em análise pelo relator deputado Simeyson Silveira.

Para o parlamentar, a revogação da lei que proíbe o uso do smartphone vai fortalecer a autoridade do professor, pois ele poderá delimitar a utilização do aparelho. “O professor poderá disciplinar como será o uso do telefone celular dentro da sala. Assim, a cada atividade, ou momento, será possível delimitar o uso do aparelho. Dessa maneira, somente nos casos em que haja o uso indevido é que o celular poderá ser proibido, sempre pelo professor, conforme a sua autonomia dentro da sala de aula”, explica.

Depois de passar e ser aprovado pelas comissões da Alego, o projeto precisa passar por duas votações em plenário, ser aprovado novamente, para ser levado à sanção do governador.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Césa Garcia

Com todo respeito Deputado, o Sr. precisa ouvir os professores e os pais e eu como Diretor tenho 98% dos pais a meu favor quanto a proibição do uso e na França o uso acaba de ser banido. Vá pro chão da sala de uma escola pública ver o problema de perto amigão… O Sr. tá querendo fazer uma coisa que não conhece de perto, a única coisa que os adolescentes carregam com compromisso em celulares é filme pornográfico.