Proibição de bebidas alcoólicas em estádios de Goiás é mantida pela Assembleia

Veto à Lei que regulamentava a venda de cerveja foi rejeitado por 18 parlamentares. Contudo, era necessário quórum qualificado 

Deputado Talles Barreto  | Foto: Renan Accioly / Jornal Opção

Deputado Talles Barreto | Foto: Renan Accioly / Jornal Opção

Mesmo após deputados da oposição e da base governista terem reclamado em plenário da quantidade de vetos do Executivo a projetos de parlamentares, a Assembleia Legislativa de Goiás acabou mantendo o veto no projeto que regulamentava a venda de bebidas alcoólicas em estádios de Goiás.

De autoria  do deputado Talles Barreto (PSDB), o projeto nº 1404/14 dispõe sobre a autorização e regulamentação da venda e do consumo de bebidas alcoólicas em estádios e ginásios esportivos geridos pelo governo estadual, nos dias de jogos de futebol.

O líder do governo na Assembleia, José Vitti (PSDB), chegou a liberar a base aliada para derrubar o veto do governo, mas os defensores da proposta não conseguiram quórum mínimo (21 votos) para a derrubada. Foram 18 a favor e oito pela manutenção.

Os deputados favoráveis ao projeto defendem a necessidade de regulamentação. “A violência não tem nada a ver com a venda de cerveja nos estádios. Muitos Países desenvolvidos mantêm esse comércio e nunca tiveram esse problema”, argumentou o deputado Gustavo Sebba (PSDB).

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.