Programa de Compliance público começa em 14 órgãos do Estado

Controlador-geral anunciou que abordagem será feita pela ética, transparência, responsabilização e gestão de riscos

Controlador-geral do Estado Henrique Ziller | Foto: Lívia Barbosa/Jornal Opção

O controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, anunciou, nesta segunda-feira, 18, que o programa de Compliance Público começa a funcionar em 14 órgãos do Governo a partir de terça-feira, 19. Os outros nove receberão a iniciativa nos próximos meses.

O objetivo, segundo ele, é “assegurar que os atos da gestão estejam de acordo com os padrões legais e morais”. Isso será feito por meio da abordagem sistêmica de quatro eixos principais: ética, transparência, responsabilização e gestão de riscos.

O último ponto só não será preciso instalar na Saneago, que já conta com um trabalho voltado para gerir riscos. Ainda segundo Ziller, a procuradoria-geral do Estado será parceira no programa e atuará, especificamente, na gestão de ética.

Entenda

O programa se trata de adotar medidas que assegurem cuidado maior com o erário, respeitando o dinheiro dos contribuintes goianos e melhorando a gestão. Com ele, será oferecida consultoria pela Controladoria-Geral do Estado na sua implantação a todos os órgãos e entidades que compõem o Governo de Goiás.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.