Professor Alcides afirma que foi árdua luta para garantir redução no tempo de serviço de professores

Alteração no texto-base da previdência foi de cinco anos a menos de trabalho para homens e mulheres

Professor Alcides articulou com presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, redução na idade de aposentadoria dos professores | Foto: Divulgação

Resultado de uma articulação do deputado federal Professor Alcides (PP-GO) com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), os professores vão trabalhar cinco anos a menos do que o previsto no primeiro texto da Reforma da Previdência; projeto original do Planalto que tramita no Congresso há cerca de dois meses.

A redução de cinco anos a menos no tempo de serviço, aplicada no texto aprovado na quarta-feira, 11, vale para professores homens e mulheres. O que vai vigorar após a aprovação do projeto em segundo turno será 55 anos de idade para os homens, ao invés da proposta do governo de 60 anos, e 52 anos para mulheres.

O deputado federal explica que “desse modo, as mulheres vão trabalhar 25 anos e os homens 30. A proposta era de 30 anos para os dois”.

A redução na jornada de trabalho não foi fácil, segundo Professor Alcides, que contou com o apoio de outros deputados ligados a área da Educação.

“Foi isso que nós demos conta de conseguir depois de uma luta árdua, de um trabalho muito grande que tivemos junto a todos os colegas de todas as bancadas aqui do Congresso Nacional para fazer com que os professores tivessem essa redução. Já foi um avanço. Vamos continuar trabalhando em prol de uma educação melhor”, declarou Alcides.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.