Produtos da semana da Páscoa atingem diferença de mais de 100% entre os estabelecimentos, em Anápolis

Procon realizou pesquisa em diversos estabelecimentos e percebeu diferença de 122% nos preços dos peixes e de 55% nos ovos de Páscoa; em Goiânia, a variação entre os chocolates chegou a 60%

Ovos de Páscoa vendidos em supermercado. | Foto: Procon Anápolis/reprodução

Pesquisa realizada pelo Procon Anápolis, entre os dias 22 e 24 de março, mostrou que produtos a serem consumidos no feriado atingiram diferença de mais de 100% entre os estabelecimentos que são vendidos. Entre os produtos analisados em seis supermercados distintos, estão o preço do peixe, com variação de 122%, e dos ovos de Páscoa, com diferença de 55%.

Entre os peixes, segundo o levantamento, o lambari teve a maior varação de preços, tendo sido encontrado tanto a R$18 o quilo, quanto a R$40, em outro lado da cidade. O preço médio do quilo do lambari foi de R$33,6. Outro tipo de peixe com diferença significativa entre o preço ofertado pelos estabelecimentos foi o bacalhau, que variou entre R$55,99 e R$119,99.

A equipe do Procon Anápolis percorreu vários estabelecimentos do município para comparar preços de dois produtos que tendem a ser bastante procurados nos próximos dias: peixe e ovos de Páscoa. Quem quiser economizar, vale a pena gastar sola de sapato. A diferença do mesmo produto entre um estabelecimento e outro pode chegar a 122% e 55%, respectivamente. O levantamento foi realizado entre os dias 22 e 24 de março. 

Já com os ovos de Páscoa, o produto com maior destaque foi o Lacta Diamante Negro 176 gramas. O preço do chocolate chegou a ser encontrado tanto pelo valor de R$28,99, quanto por R$44,90.

A recomendação do Procon de Anápolis, portanto, é que haja pesquisa antes da compra, para evitar que clientes paguem valores altos sem necessidade. “Isso prova que vale a pena o consumidor pesquisar antes de sair de casa. Atualmente, temos sites e redes sociais que podem fazer com que esse serviço seja facilitado e não gere gasto em vários deslocamentos ou mesmo perda de tempo para o consumidor”, ressalta o diretor do Procon, Wilson Velasco.

Variação de preços na capital

Em levantamento, Procon Goiás também percebeu alteração nos preços dos ovos de Páscoa ofertados nos supermercados de Goiânia. Nos 73 itens de diferentes marcas e tamanhos que foram analisados em 13 estabelecimentos, entre os dias 23 e 30 de março, a variação chegou a 60%. Além dos ovos de Páscoa, a pesquisa contempla produtos como caixas de bombons, tabletes e barras de chocolates, entre outros.

Entre os ovos, o com maior variação (60,02%) foi o de prestígio da marca Nestlé de 207 gramas. Seu menor preço foi de R$24,99, mas o produto também foi encontrado a R$39,99. Já nas caixas de bombom, a variação foi mais significativa. A caixa de Ferrero Rocher (150g) teve percentual de alteração de 113,52%, indo de R$19,90 a R$42,49. A Colamba Pascal da Visconti (400g) teve diferença de 24,37%, com valores entre R$11,98 e R$14,90 e a barra de chocolate que mais variou, de tablete de chocolate ao leite da marca Garoto, de 90 gramas, foi encontrada por R$3,69 e R$6,49, com diferença de 75,88% entre os preços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.