Produção industrial cai 1,6% no primeiro semestre do ano, aponta IBGE

Na avaliação da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), os números revelam uma perda de fôlego da atividade industrial

Foto: reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira, 1, a Pesquisa Industrial Mensal, que avalia o desempenho do setor de forma periódica. Os dados da avaliação divulgada nesta quinta revela redução de 1,6% na produção industrial durante o primeiro semestre.

Na análise mensal, a produção de junho caiu 0,6% na comparação com maio, sendo o segundo resultado negativo consecutivo. A queda foi ainda maior frente a junho de 2018, -5,9%. Nos últimos doze meses, a atividade industrial acumula queda de 0,8%.

No mês, dos 26 ramos pesquisados, 17 apresentaram queda, com destaque para produtos alimentícios (-2,1%), máquinas e equipamentos (-6,5%) e veículos (-1,7%), que juntos respondem por cerca de um terço da produção total. Outras baixas vieram de metalurgia (-1,7%), produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-3,8%) e coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (-0,6%).

Na avaliação da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), os números revelam uma perda de fôlego da atividade industrial. Esse é o terceiro trimestre consecutivo de queda na produção.

Para a assessora econômica da Fieg, Januária Guedes, ainda que alguns setores se mantenham positivos, as sucessivas quedas na produção total têm sido pressionadas pelas vendas varejistas, que seguem enfraquecidas diante de uma demanda doméstica e mercado de trabalho longe de retomada consistente. “Diante desse cenário, aumentam as preocupações com o crescimento da economia em 2019”, afirmou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.