Procon notifica bancos C6 e Pan por cobrança de empréstimos sem contratação e marketing abusivo

Caso não ocorra esclarecimento em até 20 dias por parte das empresas, o Procon poderá aplicar multas

O Procon Goiânia notificou os bancos digitais C6 e Pan, nesta segunda-feira, 21. O motivo da notificação seria o acúmulo de 150 reclamações protocoladas apenas em março contra essas instituições. As empresas têm 20 dias para responder aos questionamentos, sob pena de multa.

Dentre as reclamações, a maior parte diz respeito a empréstimos cobrados pelos bancos, mas que não foram contratados pelos clientes. Também houve denúncias de marketing abusivo, com clientes relatando assédio supostamente praticado por correspondentes bancários que ofereciam serviços em aplicativos de mensagens e ligações. Aposentados e pensionistas do INSS, representam uma parcela significativa dos consumidores prejudicados.

A presidente do Procon Goiânia, Carolina Pereira, explica que conceder empréstimo consignado sem a solicitação do cliente é uma infração gravíssima ao Código de Defesa do Consumidor (CDC) e viola não apenas o direito à livre escolha, bem como coloca em risco a saúde financeira da vítima. “Se não houver esclarecimento por parte das empresas, o Procon Goiânia aplicará multa severa e coibirá esse tipo de prática danosa às pessoas, normalmente idosas, e que não avaliam o perigo que representa o superendividamento”, afirma.

A notificação do Procon Goiânia também pede explicações sobre como o consumidor pode cancelar as operações indevidas e pergunta como os problemas relatados foram (ou serão) resolvidos. Além disso, as empresas devem informar como e por quais canais elas oferecem e viabilizam a contratação de crédito consignado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.