Procon Goiás inicia fiscalização em tabacarias de Goiânia

Objetivo é resguardar o consumidor da comercialização de produtos impróprios para o consumo

Fachada Procon Goiás | Foto: Divulgação

O Procon Goiás fiscaliza nesta quarta-feira, 1º, tabacarias e distribuidoras de bebidas em Goiânia. Objetivo é coibir a venda do cigarro eletrônico, que é proibida no Brasil, além de verificar o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor (CDC), em que serão observados o prazo de validade dos produtos que estão expostos à venda.

O órgão busca apreender produtos sem origem comprovada, que não apresentem as informações claras ou não traduzidas para a língua portuguesa (no caso dos importados), bem como produtos sem autorização para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com o superintendente do Procon Goiás, Alex Vaz, nos últimos meses houve uma expansão considerável do número de tabacarias e bares voltados para o consumo de narguilés em Goiânia.

“Esse trabalho visa assegurar a comercialização de produtos que estejam de acordo com o que diz o CDC, uma vez que o consumo de produtos irregulares podem causar sérios danos de saúde aos consumidores e estimular o vício do fumo”, pontuou.

Uma resposta para “Procon Goiás inicia fiscalização em tabacarias de Goiânia”

  1. Avatar Diego disse:

    Mais uma palhaçada do nosso querido governo que ao invés de desestimular o consumo de cigarro e outras formas de tabaco extremamente nocivas, regride o uso do cigarro eletrônico que já é permitido em diversos países por ser menos tóxico, atacando os comerciantes. Como se os produtos que estão confiscando não fossem voltar para o consumidor de forma corruptiva haha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.