Primeiro júri de Tiago Henrique será em 16 de fevereiro

Serial killer será julgado pelo homicídio duplamente qualificado e por motivo torpe da estudante Ana Karla da Silva, no Jardim Planalto, em Goiânia

Ex-vigilante foi pronunciado em decisão proferida no dia 13 de maio deste ano | Foto: Aline Caetano/ TJGO

Ex-vigilante foi pronunciado em decisão proferida no dia 13 de maio deste ano | Foto: Aline Caetano/ TJGO

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 13ª Vara Criminal de Goiânia, marcou para 16 de fevereiro de 2016, a partir das 8h30, o primeiro júri popular do ex-vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, suspeito de ser serial killer na capital, conforme informou o magistrado na quarta-feira (16).

Tiago será julgado pelo homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa de Ana Karla Lemes da Silva, em sessão do 1º Tribunal do Júri de Goiânia. Em interrogatório na Polícia Civil, o suspeito se referiu a Ana Karla como sua 16ª vítima. A estudante de 15 anos foi morta com um tiro na região torácica quando caminhava sozinha por volta das 19 horas de 15 de dezembro de 2013, no Setor Jardim Planalto. O julgamento terá trasmissão ao vivo pelo site.

O ex-vigilante foi pronunciado pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, em decisão proferida no dia 13 de maio deste ano, acatando pedido do Ministério Público de Goiás (MPGO). Foi destacado o fato de Tiago ter dito em interrogatório que “era tomado por uma raiva tremenda, emoção essa que lhe fazia acreditar que ele precisava matar, sendo que depois dos homicídios ele sentia remorso, contudo a raiva ia embora”.

Com informações do TJGO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.