Primeira edição dos Jogos Indígenas reúne mais de 200 atletas em Goiânia

Competição organizada pelo Sesc reuniu 18 etnias indígenas, além de Kalungas, quilombolas e africanos

Foto: Sesc/Reprodução

O Sesc Goiás realizou entre os dias 15 e 17 de novembro a 1ª edição dos Jogos Unirg (União dos Indígenas Residentes em Goiânia). A competição realizada no Sesc Universitário reuniu 200 atletas, entre 18 etnias indígenas, Kalungas, quilombolas e africanos. Mais de 600 pessoas assistiram aos jogos e participaram de uma feira de artesanatos, que também compôs a programação.

Segundo o assessor técnico de recreação do Sesc, Dione Rezende, os três dias foram de trocas e imersão cultural, a partir do compartilhamento de tradições e vivências de lazer. “Ver cada time e tribo mostrando a importância desta inclusão para a formação desportiva brasileira foi maravilhoso”, afirmou Dione.

Para o coordenador dos esportes indígenas, Leomar Wainné Xerentem, o evento cumpriu seu objetivo de promover intercâmbio cultural entre os povos. “O Sesc sempre tem nos apoiado e isso é importante porque precisamos de espaço dentro da comunidade não indígena. Na aldeia, cada etnia tem sua organização social e chegar em uma cidade grande é outra realidade pois muitos veem de outros estados e isso acaba dificultando a união de todos”, disse.

Os vencedores das competições foram premiados com troféus e medalhas e também receberam uniformes e bolas como forma de incentivo ao esporte.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.