Preso suspeito de amarrar e arrastar vítima pelo pescoço durante cavalgada

Segundo a delegada que investiga o caso a vítima não conhecia o autor do crime

A Polícia Civil de Goiás de Alto Paraíso prendeu homem acusado de tentativa de homicídio ocorrida no último domingo, 19, em uma festa denominada “cavalgada”, na zona rural da cidade. O crime só chegou ao conhecimento da polícia em razão da divulgação de um vídeo em redes sociais.

O crime ocorreu quando várias pessoas se encontraram nas proximidades do evento. Segundo a delegada Bárbara Buttini, foi nesse contexto em que ocorreu a tentativa de homicídio, por meio de asfixia (corda amarrada no pescoço) em desfavor da vítima, de 18 anos.

O vídeo foi analisado pela equipe da Polícia Civil, que chegou a conclusão de que se travava de intenção de matar. O autor tem 22 anos, mas não teve o nome revelado pela Polícia. “A vítima passava por sofrimento anterior à gravação, pois já estaria coberta de lama, amarrada, somente de cueca e sem calçados”, explica a delegada.

A vítima pediu ajuda em diversos momentos, o que não impediu que o autor continuasse a puxar a corda amarrada em seu pescoço. O vídeo termina com a vítima caída.

O autor foi identificado pela vítima e testemunhas. Segundo polícia, o suspeito não pertencia ao círculo social de amizades da vítima, o que descarta o argumento de que se tratava de uma brincadeira. Além disso, no decorrer das investigações também foi descoberto um vídeo do autor manipulando uma motosserra ligada, a centímetros de outro indivíduo ainda não identificado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.