Presidente interino da Câmara anula tramitação do impeachment de Dilma

Reportagem da Folha de S. Paulo diz que decisão será publicada no Diário da Câmara desta terça-feira (10/5)

Dep. Waldir Maranhão (PP-MA) | Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

Dep. Waldir Maranhão (PP-MA) | Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-­MA), assinou, nesta segunda­-feira (9/5), decisão para anular a tramitação do impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional.

Maranhão anulou as sessões do dias 15, 16 e 17 de abril, quando os deputados federais aprovaram a continuidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Ele acatou pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU). A informação é da presidência da Câmara.

Segundo reportagem jornal Folha de S. Paulo, o motivo seria a interpretação de que a votação ultrapassou os limites da denúncia oferecida contra Dilma por crime de responsabilidade –tratando da questão da Lava Jato e não só das supostas irregularidades orçamentárias.

O governo foi informado da decisão durante um anúncio sobre a Educação no Palácio do Planalto. O ministro Aloízio Mercadante quase não conseguiu conter as comemorações do público presente no ato.

 

Uma resposta para “Presidente interino da Câmara anula tramitação do impeachment de Dilma”

  1. Avatar Iremar Marinho disse:

    Qual então o entendimento jurídico sobre o ato, considerando que o golpe já tramita no Senado???!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.