Eurípedes Jerônimo também falou sobre Operação Decantação: “Show pirotécnico”

[relacionadas artigos=”174434″]

Em conversa por telefone com o Jornal Opção, o presidente do PSDB Goiânia, Eurípedes Jerônimo, garantiu que o ex-governador José Eliton não vai se candidatar a prefeito de Goiânia ou a presidente do diretório regional. “Tivemos uma reunião com ele no dia 18 de março, em que ele fez a avaliação de seu governo e do trabalho do PSDB em Goiás. Na ocasião, ele deixou claro que não seria candidato”, reforça.

Eurípedes aproveitou a conversa para lembrar que Goiânia realiza eleições dos diretórios zonais em 13 e 14 de abril, e do metropolitano no dia 28. “Estamos dentro do prazo”, pontua. O calendário estabelecido pelo diretório prevê convenções de municípios com mais d 500 mil eleitores para o período entre 12 e 15 de abril.

Operação

Além disso, o presidente da sigla na Capital falou sobre a Operação Decantação. “Muito mais show pirotécnico, que justiça em si”, declarou. Segundo ele, sem discutir o mérito, a situação não se reflete no partido e ele não teme que haja qualquer esvaziamento da convenção.

Inclusive, ele defende que, se há culpado, que se prove. “Mas todos têm direito a defesa. Estamos vivendo uma situação perigosa. O estado democrático de direito tem sido desrespeitado, não só no PSDB, mas na sociedade”, adverte.

Para ele, atualmente, primeiro se prende para depois interrogar. Eurípedes afirma que, quando não há nenhuma medida que enseje esse tipo de medida, trata-se de abuso de poder.

[relacionadas artigos=”174750″]

Fusão

Sobre uma possível fusão do partido, Eurípedes diz se tratar de “focos de opinião. Pelo que tenho ouvido do presidente regional [Giuseppe Vecchi], essa questão só será trata depois da renovação de todos os diretórios, inclusive do nacional, no fim de maio”.

Para ele, a tendência da última eleição de se votar em extremos reduziu a representatividade do partido. “Mas é um momento. O legado é maior”, finaliza.