Presidente do PSDB Goiânia diz que Aécio “perdeu condições” de comandar partido

Para Thiago Albernaz, permanência do senador afastado na presidência do diretório nacional desgasta imagem da sigla 

Aécio Neves e Thiago Albernaz | Fotos: Jonas Duarte e Fernando Leite

Após o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador e também seu pedido de prisão pela Procuradoria Geral da República, diversas lideranças já defendem a saída do mineiro do comando do partido.

Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente do diretório Metropolitano do PSDB de Goiânia, Thiago Albernaz, disse que ainda não há uma decisão formal dos líderes goianos, mas acredita que a permanência de Aécio “traz desgaste para a imagem da sigla”.

“Desde sua fundação, o PSDB tem histórico da busca pela moralidade, então de fato a permanência fica insustentável”, argumentou.

Aécio Neves foi gravado e denunciado por Joesley Batista, dono da holding J&F (que controla a JBS Friboi), em suposto esquema de pagamento de propina. Segundo o jornalista Lauro Jardim, de “O Globo”, Aécio Neves aparece em áudio pedindo R$ 2 milhões a Joesley.

O dinheiro teria sido entregue a um primo do tucano e o encontro foi filmado pela Polícia Federal. A PF rastreou o trajeto do dinheiro e concluiu que foi depositado em uma empresa do senador Zezé Perrella (PMDB-MG).

Para Thiago Albernaz, diante de fatos de tamanha gravidade, a decisão de deixar o comando do PSDB nacional será do próprio Aécio Neves. “Ele perceberá que é o mais sensato e correto, até porque terá que se concentrar em sua defesa”, completou.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Luciano Almeida

????