Presidente de comissão da OAB-GO é destituído do cargo e acusa Lúcio Flávio de retaliação

Membros do colegiado estariam sendo desligados por discordarem da transferência da gestão do Centro de Esporte e Lazer para a Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás 

A transferência da gestão do Centro de Esporte e Lazer (CEL) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) para a Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag) vem causando polêmica na entidade. Alguns membros da Comissão de Orçamento e Contas (COC) denunciaram ter sido destituídos de suas funções pelo presidente Lúcio Flávio de Paixa por terem votado contra a decisão.

Segundo relato do presidente da COC, Leandro Bastos, ele foi surpreendido por um e-mail em que a coordenadora da secretaria das comissões, Lorena Mendes, lhe enviava o ofício de Lúcio Flávio comunicando a destituição. Na mensagem, ela afirma que a OAB tentou entregar pessoalmente o documento, mas como ele não foi encontrado em seu escritório, a comunicação seria feita por e-mail, por ordem do presidente.

Além de Leandro, outros membros da COC, como a vice-presidente Dirce Guizo e os conselheiros Sérgio Murilo, Viviany Souza e Ricardo Gonçales, também teriam sido desligados após se oporem à posição da presidência.

Leandro denuncia ainda que a comissão nunca conseguiu ter acesso aos balancetes da gestão Lúcio Flávio, o que aponta como um dos possíveis motivos da sua destituição. Esses documentos deveriam ser enviados mensalmente à COC. Na sua opinião, seu desligamento se deu também por ele ter questionado posicionamentos do presidente e manter a amizade com alguns advogados de oposição.

Em nota, a assessoria de imprensa da OAB disse que Lúcio Flávio “aceita as considerações dos destituídos”, mas afirma que as mudanças são naturais e foram feitas porque ele considera que, depois de transcorrido metade de seu mandato, o momento é oportuno para reformulação de comissões para “oxigenar a Ordem”. “Tudo em benefício de uma gestão ainda melhor para a advocacia”, completa o presidente.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.