Prefeitura avalia contratação de empresa para calcular dívidas trabalhistas

Em nota, a Prefeitura de Goiânia informou que a análise dos mais de 45,7 mil processos é viável e dependerá do tempo gasto para cálculos de acerto de contas

Prefeitura avalia contratação de empresas para ajudar nos processos trabalhistas | Foto – divulgação

Aconteceu no dia 5 de novembro, a 1ª Reunião Ordinária da Câmara de Acompanhamento de Despesas com Pessoal, realizada pela Prefeitura de Goiânia, em que ficou definido a necessidade de contratação de empresa especializada para calcular dívidas trabalhista. A situação está sendo avaliada devido o montante de processos e a indisponibilidade de servidores em volume suficiente para a realização dos cálculos de acertos de contas, progressões, adicionais e outros benefícios em tempo aceitável.

A prefeitura fará o levantamento dos processos, que posteriormente serão publicados em ordem cronológica. Logo após, a Secretaria Municipal de Finanças definirá como será realizado o pagamento.

Em nota da Prefeitura sobre a tramitação dos mais de 45,7 mil processos relativos a acertos de contras trabalhistas de ex-servidores e outros benefícios a servidores efetivos, foi informado que a análise deles é bem variável,  depende da documentação exigida e o tempo gasto para cálculos de acertos de contas.

Confira nota na íntegra

Com relação a tramitação de processos, a análise deles é bem variável, depende da documentação exigida e o tempo gasto para cálculos de acertos de contas. Muitos processos se acumularam durante anos devido a medidas de contenção de despesas adotadas por outras Gestões.

Para se averiguar a real situação é que se faz necessário a contratação de empresa especializada para avaliar a situação e estabelecer um cronograma de pagamentos, visto a grande quantidade estimada de processos acumuladas e falta de um sistema específico.

Quanto aos processos de acerto de contas mais recentes, nesta Gestão, a tramitação seguirá normalmente e logo após  serão providenciados os pagamentos.

Quanto a valores gastos com os acertos, ainda não há um valor máximo estipulado para pagamentos, o que será definido posteriormente após os trabalhos da  empresa especializada.

Reunião

Estiveram presentes na reunião da Cadepe: Eduardo Merlin (Secretário Municipal de Administração), Arthur Bernardes de Miranda (Secretário Municipal de Governo), José Alves Firmino (Chefe de Gabinete do Prefeito), Tatiana Accioly Fayad (Procuradora Geral do Município), Geraldo Lourenço de Almeida (Secretário Municipal de Finanças), Graziella Flávia Pereira Pires Neiva (Superintendente de Gestão de Pessoas e Folha de Pagamento e Secretária Executiva do Cadepe).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.