Prefeitura autuou e fechou 86 estabelecimentos durante operação contra aglomeração em Goiânia

Desde janeiro mais de 400 locais já foram fiscalizados. De acordo com a GCM, operação segue por meio do plantão de denúncias

Agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) verificaram denúncias registradas na Central da Guarda Civil | Foto: divulgação

A Central de Fiscalização da Covid-19 realizou neste sábado, 20, operação de fiscalização e visitaram estabelecimentos da capital para assegurar o cumprimento das medidas sanitárias contra a proliferação do coronavírus.

Agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), em parceria com a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) e Vigilância Sanitária verificaram denúncias registradas na Central da Guarda Civil, pelo telefone 153, e por meio do aplicativo “Prefeitura 24 horas”, em diversas regiões de Goiânia.

De acordo com balanço, na tarde de sábado, um estabelecimento localizado no Parque Oeste foi interditado por realizar uma festa com aglomeração e desrespeito a outros protocolos sanitários. O comandante da GCM, Vilmar Rodrigues, disse que após as 22h, 21 pessoas foram autuadas por não usarem máscara, um estabelecimento foi interditado e outros quatros receberam autos de infração por descumprimento das medidas sanitárias. Além disso, uma festa também foi interditada e uma pessoa conduzida por embriaguez.

Na última sexta-feira, 19, foram 35 locais visitados pela Central de Fiscalização. Destes, cinco estabelecimentos sofreram interdição e 14 foram multados, enquanto 18 residências foram flagradas com aglomeração e poluição sonora, sendo aplicadas cinco multas e 13 notificações.

Balanço

Segundo balanço divulgado pela Prefeitura, desde o dia 27 de janeiro até sábado, 20, mais de 400 estabelecimentos foram fiscalizados, dentre os quais 86 foram autuados e fechados. De acordo com a GCM, a fiscalização segue por meio do plantão de denúncias.

Por determinação do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o município tem adotado uma série de medidas para conter a disseminação da Covid-19 na capital. Entre elas, está o fechamento de distribuidoras de bebidas às 22 horas, bares e restaurantes às 23 horas e limitação do funcionamento de academias e quadras esportivas a apenas 30% da capacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.