Prefeito Rogério Cruz recua em relação a publicação de novo decreto

Há uma expectativa é de que neste sábado a Prefeitura de Goiânia divulgue mais informações sobre quais serão as medidas de flexibilização na capital

Era aguardada para tarde de sexta-feira, 26, a publicação de um novo decreto que permitiria a flexibilização do funcionamento das atividades consideradas não essenciais. No entanto, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) recuou, após uma reunião com o governador Ronaldo Caiado (DEM) e de ter recebido novos dados epidemiológicos.

No início da tarde de ontem uma coletiva dada pelo secretário municipal de de Saúde Durval Ferreira, foi adiantado que estava em debate uma proposta de reabertura das atividades econômicas por zoneamento – modelo parecido com o que foi adotado por Aparecida de Goiânia. O anúncio não foi muito bem recebido pelo governador Ronaldo Caiado, que disse não ter sido consultado e que manteria o decreto estadual – que prevê fechamento de 14 dias e abertura de outros 14 dias, deve ser mantido.

Esse impasse resultou numa reunião no Palácio Pedro Ludovico, entre Rogério Cruz e Ronaldo Caiado. O encontro teve foco na busca pelo consenso sobre as medidas de flexibilização a ser adotada, motivo pelo qual foi adiada a publicação de um novo decreto municipal.

Além disso, após receber novos dados epidemiológicos da pandemia, Rogério Cruz também se reuniu com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 para avaliar quais medidas adotar no novo decreto. “As decisões precisam ser analisadas em todos os aspectos para que se construa um equilíbrio entre a saúde pública e econômica da capital”, afirmou a prefeitura em nota à imprensa.

As medidas atuais valem até domingo. Há uma expectativa é de que neste sábado a Prefeitura de Goiânia divulgue mais informações sobre quais serão as medidas de flexibilização na capital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.