Por risco de atentado, embaixadas pedem que se evite aeroporto de Cabul

Área interna é controlada pelo exército americano que tem organizado os voos de evacuação de cidadãos estrangeiros e aliados afegãos

Conflito no Afeganistão | Foto: Reuters

A ameaça de um ataque terrorista por parte de combatentes do autodenominado Estado Islâmico faz com que as embaixadas estrangeiras peçam para que as pessoas “evitem o aeroporto de Cabul”, na capital do Afeganistão.

Os serviços diplomáticos dos Estados Unidos, do Reino Unido e da Austrália garantem que o nível de risco é elevado, uma situação que pode atrasar os voos de repatriamento que estão ocorrendo. Os três países emitiram avisos simultâneos, muito específicos e quase idênticos nessa quarta-feira, 25.

As pessoas que se encontram no aeroporto, sobretudo “nas entradas leste e norte, devem sair imediatamente”, disse o Departamento de Estado norte-americano, citando “ameaças à segurança”.

Faltam cinco dias para terminar o prazo dado pelo movimento Talibã para o fim das operações de repatriamento no Afeganistão. Milhares de pessoas continuam a chegar ao aeroporto para tentar fugir do país.

Em entrevista nesta quinta-feira, 26, o secretário de Estado britânico das Forças Armadas, James Haepey, garantiu que existem informações que apontam para a preparação de um ato terrorista.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.