Por conflito com Marcos Abrão, presidente do PPS em Goiânia renuncia ao cargo

Darlan Braz chama deputado federal de “imaturo” e diz que rompimento se deu por “ciumeira política”

Darlan Braz e Marcos Abrão durante evento do PPS | Foto: reprodução/ Facebook

O contador Darlan Braz renunciou, na última semana, ao cargo de presidente do diretório Metropolitano do PPS em Goiânia. Por meio de nota, afirma que fez tudo que estava a seu alcance, mas que é preciso compor uma nova direção para o “restabelecimento do diálogo”.

Desde o ano passado, ele e o presidente do partido em Goiás, o deputado federal Marcos Abrão, romperam relações. “Por conta de picuinhas internas, criou-se uma indisposição entre nós. Não temos relação política então prefiro deixar o diretório para não prejudicar o partido”, explicou.

Segundo Braz, começou a surgir boatos de que ele estaria plantando notas em jornais contra Marcos Abrão e sua tia, a senadora Lúcia Vânia (PSB). Os dois acabaram se desentendendo, inclusive com discussões calorosas, o que culminou no afastamento.

“Eu banquei a vinda de Marcos Abrão para o PPS, ninguém da direção estadual queria, articulei junto ao governador [Marconi Perillo]. Não tenho nada contra ele, infelizmente é a ‘ciumeira política'”, completou.

Em entrevista ao Jornal Opção, o ex-presidente teceu críticas ao deputado, a quem chamou de “imaturo” e “temperamental”. “Se eu fosse para a disputa, seria reeleito com tranquilidade, mas prefiro não ficar com rinhas”, argumentou.

A tese de Darlan Braz é justamente que, sob Marcos Abrão, o partido perdeu suas características fundamentais: a organicidade e o debate: “Se eu te contar que há mais de dois anos o partido não se reúne você não acreditaria, não é? Nem para trocar figurinha.”

Até outubro, o PPS renova os diretórios municipais em congressos para que, em novembro, seja feita a eleição para escolher o novo comando estadual. Marcos Abrão deve ser reeleito presidente com tranquilidade.

 

Uma resposta para “Por conflito com Marcos Abrão, presidente do PPS em Goiânia renuncia ao cargo”

  1. Avatar Heloísa disse:

    O Sr. deputado Marcos Abrão não merece ser reeleito, além de imaturo, gosta de bajuladores e acredita em qualquer fofoca. Está na política por ter uma brecha deixada por sua tia… Está acabando com o PPS/GOIÁS. Se vale em entregas de cheque isso, cheque aquilo… É um imaturo, bebezão, sem diálogo, xinga e expulsa sem dó os companheiro de labuta, pepessista que estão há anos defendendo o partido… Me decepcionei amargamente de tê-lo conhecido…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.