Por causa das eleições, senadores só vão trabalhar quatro dias em setembro

Presidente Renan Calheiros marcou sessões deliberativas apenas para os dias 8,12,13 e 21 — nos demais, apenas debates e encontros solenes

Renan Calheiros durante sessão | Foto: Jonas Pereira

Renan Calheiros durante sessão | Foto: Jonas Pereira

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta quarta-feira (24/8) o calendário da sessões deliberativas da Casa durante o período de campanha eleitoral nos municípios.

No mês de setembro, haverá votações apenas nos dia 8, 12, 13 e 21. Nos demais dias o Senado terá sessões plenárias, mas sem deliberações. O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro.

Segundo o próprio site do Senado, as sessões do plenário podem ser deliberativas (quando há discussão e votação de proposições), ou não deliberativas — que se dividem em sessão de debate e em solenes. Com a decisão, os parlamentares terão que comparecer apenas quatro dias no mês de setembro inteiro.

Inclusive, a sessão marcada para o dia 8 quase que foi excluída. Isso porque alguns senadores disseram que, por ser logo após o feriado do Dia da Independência, poderia ser difícil garantir quórum para votações no dia 8.

Contudo, Renan Calheiros respondeu que há medidas provisórias que vencem justamente naquela semana, e que o Senado terá que votá-las.

O próprio líder do governo interino, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), concordou com a proposta e argumentou que “pegaria mal” o Senado não realizar sessões deliberativas na semana do feriado.

Pauta

Na próxima semana, os senadores se dedicaram exclusivamente ao julgamento da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT). Depois disso, Renan deverá acompanhar o presidente — que na data já não será mais interino –, Michel Temer (PMDB), na 11ª reunião de cúpula do G20 (grupo de países com as 20 maiores economia do mundo), que será realizado na China em 4 e 5 de setembro. (As informações são da Agência Senado)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.