Políticos goianos avalizam Marconi para presidente

Senadores, deputados e prefeitos elogiam gestões do tucano em Goiás e querem ver governador disputar o Planalto em 2018

Governador Marconi Perillo discursa durante fórum empresarial em São Paulo| Foto: Rodrigo Cabral

Governador Marconi Perillo discursa durante fórum empresarial em São Paulo| Foto: Rodrigo Cabral

Lideranças políticas de Goiás também avalizam a candidatura do governador Marconi Perillo (PSDB) à Presidência da República.

Após manifestações de empresários que assistiram à palestra do goiano em São Paulo, na última segunda-feira (21/9), senadores, deputados federais, deputados estaduais e prefeitos goianos destacaram a experiência e as gestões modernas de Marconi no Governo de Goiás.

Os políticos ouvidos pela reportagem destacam que o governador reúne as qualidades essenciais para disputar o Palácio do Planalto em 2018: “carisma”, “liderança”, “habilidade política”, “obstinação”, “capacidade de aglutinação”, “administração eficiente” e “interlocução com a sociedade”.

Ressaltaram, ainda, a importância de ter o tucano-chefe para o desenvolvimento econômico de Goiás. A análise é que Marconi, com seu espírito de parceria, ampliaria o relacionamento do Estado com as demais unidades da federação em com outros Países, contribuindo para o aprofundamento do crescimento econômico em todo o Estado.

Senadores
Lúcia Vânia e Wilder Morais avalizam Marconi para 2018 | Fotos: Renan Accioly e Lia de Paula / Agência Senado

Lúcia Vânia e Wilder Morais avalizam Marconi para 2018 | Fotos: Renan Accioly e Lia de Paula / Agência Senado

Com a experiência de cinco mandatos, três de deputada federal e dois no Senado, a senadora Lúcia Vânia (PSB) avalia que o governador Marconi Perillo tem hoje um “perfil adequado” para se candidatar à presidência da República. “O governador acumulou uma experiência administrativa invejável”, diz a ex-tucana, que o elogia: “Energia e capacidade de liderança muito forte”.

Para Lúcia Vânia, o nome do governador “cairia como uma luva” no momento em que as pessoas estão “desesperançadas com a classe política”. “É um nome novo, num cenário em que é cada vez mais indispensável a experiência administrativa e a liderança política”, sintetiza.

O senador Wilder Morais (PP), um dos principais interlocutores do setor produtivo no Estado, também destaca as qualidades de Marconi para o Planalto: “Preparado, moderno e arrojado”.

O parlamentar ressalta que Goiás promoveu um grande ajuste fiscal, liderado pelo governador, que foi vitrine nacional, com o corte de secretariais e redução de milhares de cargos comissionados, ainda em 2014, antes do agravamento da crise econômica nacional.

Para Wilder, a marca do governador é a modernização do Estado, além da sintonia fina com Fórum Empresarial. “O governador é sensível ao setor produtivo”, afirma, ressaltando que um dos principais perfis administrativos de Marconi é apoiar quem produz, quem gera emprego e diminui as desigualdades sociais.

O senador avalia que a crise por qual passa o Brasil se dá muito em função de que o governo federal não tomou os devidos cuidados para não inchar a máquina.

Se há descrédito do governo federal para com o empresariado, Wilder sugere que não existe sequer um empresário no Brasil “que não se empolgaria” com um projeto político liderado por Marconi Perillo. “Ele tem credibilidade, é arrojado e faz as coisas verdadeiramente acontecerem”, arremata.

Câmara Federal
Deputado

Giuseppe Vecci

A experiência administrativa e política adquirida pelo governador Marconi Perillo nos últimos 25 anos o credenciam para a disputa do cargo de presidente da República. A avaliação é de deputados federais da base do governo, que fazem coro aos resultados das gestões e inovações propostas nos quatro mandatos à frente do Palácio das Esmeraldas, que o colocam em condição de se tornar o primeiro goiano a ocupar o Palácio do Planalto em Brasília.

“Marconi está em seu quarto mandato como governador e carrega o mérito de ter realizado gestões inovadoras que atenderam às demandas da população goiana. Ele é uma alternativa concreta para disputar a Presidência da República; um nome que se somará ao partido no momento necessário. Goiás precisa perder a timidez, pois tem todas as condições de pleitear. Estados economicamente menores do que Goiás, como Maranhão e Alagoas, já elegeram presidentes da República”, afirma Giuseppe Vecci, deputado federal vice-presidente nacional do PSDB.

“Acho que ele, depois de alcançar quatro mandatos de governador, além de ter sido senador e deputado federal, tem legitimidade de pleitear espaço maior na política nacional. Ele já está preparado para isso. Goiás ganharia demais, se tivéssemos um presidente goiano. O poder de influência, no sentido de trazer grandes empresas e tornar o Estado competitivo, seria maior”, afirma o também deputado federal Roberto Balestra.

Magda Mofatto

Magda Mofatto

A chegada de Marconi Perillo ao Palácio do Planalto contribuiria e muito para o desenvolvimento social e econômico de Goiás, apontam deputados federais ouvidos pela reportagem. “A chegada de Marconi à Presidência não traria benefícios só para Goiás, mas para o País. Ele é um homem sério, competente e inovador. É importante lembrar que os programas sociais desenvolvidos em Goiás por ele, desde o seu primeiro governo, serviram de molde para as políticas sociais adotadas pelo governo federal”, diz a deputada Magda Moffato.

Suplente de deputado federal, Sandes Júnior destaca a grande quantidade de mensagens de apoio que o governador vem recebendo para que se candidate à Presidência da República.

“Não sou apenas cabo eleitoral da candidatura de Marconi à Presidência, mas general eleitoral. O presidente do meu partido (PP), senador Ciro Nogueira, já convidou o governador para ser candidato pelo partido. Apesar de jovem, ele tem uma enorme experiência administrativa e é um grande gestor. Acreditamos que ele está preparado para a Presidência. Isso representaria muito para Goiás”, disse Sandes.

Bancada estadual
Deputados estaduais Gustavo Sebba, Chiquinho Oliveira e Lincoln Tejota: apoio ao voo nacional de Marconi | Foto: Y. Maeda

Deputados estaduais Gustavo Sebba, Chiquinho Oliveira e Lincoln Tejota: apoio ao voo nacional de Marconi | Foto: Y. Maeda

Os deputados estaduais que compõem a base do tucano são unânimes em afirmar que como presidente da República, Marconi Perillo proporcionaria modernização e crescimento econômico ao país.

O deputado Lincoln Tejota (PSD) lembrou que o tucano teve a capacidade de colocar Goiás em destaque no Brasil pela forma “ousada e coerente” de fazer política associando o crescimento financeiro ao desenvolvimento de Goiás. “Marconi proporcionou modernização no modelo de gestão pública e conseguiu atrair grandes indústrias e empresas para Goiás. Mesmo neste momento delicado que vivemos, Marconi promove inovação.”

Gustavo Sebba (PSDB) comemora o fato de Marconi ser aclamado para se candidatar à presidência. “Vejo com muita satisfação, pois sabia que não conseguiríamos segurar o Marconi Perillo apenas para nos goianos por muito tempo, em algum momento teríamos que compartilhar sua competência administrativa com restante do pais. O governador consertou Goiás e é a pessoa certa para consertar o Brasil.”

Chiquinho de Oliveira (PHS) afirmou que é natural lideranças do mundo empresarial e político enxergarem em Marconi características imprescindíveis para um presidente.

“Ele é arrojado, ousado, comprometido, determinado e focado em resultados. Marconi já é, reconhecidamente, um dos maiores e mais atuantes políticos do nosso País. Está na vanguarda do desenvolvimento nacional, liderando o Estado que mais cresce no O Brasil merece um gestor com o perfil de Marconi. Goiás ganharia em ter nossa maior liderança política no Planalto, mas os brasileiros ganhariam muito mais.”

Para o deputado Lucas Calil (PSL), o Brasil experimentaria uma melhor distribuição de receitas, os Estados teriam mais autonomia, a máquina pública seria enxuta e teríamos uma forte política econômica com Marconi no Palácio do Planalto.

Prefeitos
Selma Bastos abraça o governador Marconi Perillo durante inauguração em Goiás: parceria além de diferenças partidárias

Selma Bastos abraça o governador Marconi Perillo durante inauguração em Goiás: parceria além de diferenças partidárias

Prefeitos goianos, muitos pertencentes a partidos que não integram a base de apoio da administração estadual, também endossam a recomendação de Marconi para a presidência da República. No dia 4 de setembro passado, durante inauguração da reconstrução da GO-221, trecho que liga os municípios de Caiapônia a Iporá, o tucano ouviu o apelo para enfrentar a disputa presidencial de alguns ex-prefeitos, líderes políticos e dois prefeitos – de Caiapônia e Palestina.

Ao dizer que o governador administra para a população do Estado sem discriminar prefeitos e lideranças partidárias, o gestor de Caiapônia, Argemiro Rodrigues (PMDB), disse que “Marconi sempre olhou para o povo do nosso município e para toda a população de Goiás. Quem sabe, o seu trabalho seja reconhecido e ele consiga chegar à presidência da república para fazer ainda mais por Goiás e pelo Brasil”.

Prefeito de Palestina de Goiás, Valdivino Rodrigues (PSDB) também manifestou a esperança de que Marconi seja lembrado pelo partido para disputar a presidência da república. “Nunca nos esqueceremos de tudo o que o senhor fez, tem feito e fará para Palestina e região. Se Deus quiser o senhor será o futuro presidente do Brasil para fazer também pelo País todo”, declarou.

O prefeito de Inhumas, Dioji Ikeda (PDT) não só se declara um aliado nesta luta como defende a eleição “do maior administrador existente no País hoje”. Admirador da conduta de homem público do governador, o prefeito se diz um seguidor de seus métodos. “Adotei aqui em Inhumas, o modelo de austeridade e otimização dos recursos públicos. Nossa administração segue este caminho e tem obtido um grande sucesso”, considera.

Entusiasta da forma republicana como Marconi Perillo tem conduzido a administração estadual, a prefeita da Cidade de Goiás, Selma Bastos (PT) disse não se constranger em defender o governo e os projetos políticos do governador. Ela considera que a eleição de Marconi para presidente da república “seria uma honra para Goiás e o seu povo”. “Marconi é hoje o nome mais preparado para assumir a presidência da república”.

Também de partido de oposição, mas admirador da inserção no Estado no que chama de “gestão moderna” implantada por Marconi Perillo, o prefeito de Niquelândia, Luiz Teixeira (PMDB) é outro entusiasta de uma possível candidatura do governador à Presidência da República. “Não seria bom só para Goiás, seria bom para o Brasil”, ratifica. O prefeito vê em Marconi “um político preparado, que realiza uma verdadeira revolução na administração estadual. Considerar Marconi bom é pouco; ele é ótimo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.