Policial civil é preso depois de manter a própria mãe como refém em Goiânia

Homem teve uma crise emocional e tentou fugir da casa onde morava com a mulher, mas foi contido pelos colegas de corporação

A Polícia Civil (PC) prendeu, na noite de segunda-feira (29/8), um membro da corporação que, em uma crise emocional, fez a própria mãe refém na casa onde eles moram, no Setor Nova Suíça, em Goiânia. Identificado como Jairson Figueiredo, ele é escrivão estava afastado do cargo, desempenhando apenas funções administrativas, por razões de saúde.

No episódio, foram acionadas equipes das polícias civil e militar, que tentaram negociar com o homem durante duas horas. Ele, no entanto, se recusou a libertar a mãe e tentou fugir, de carro, com a mãe.

Quando ele deixou a garagem, no entanto, foi contido por policiais, que atiraram contra os pneus e investiram contra a lateral do veículo com outros carros. Quando o homem parou, recebeu voz de prisão, tendo sido autuado em flagrante pelo crime de cárcere privado.

De acordo com a PC, ele foi preso e encaminhado para exames em uma clínica psiquiátrica. Neste momento, ele é mantido sedado, sob custódia da Polícia Civil, para receber tratamento. Ainda segundo a polícia, ele já havia apresentado problemas semelhantes anteriormente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.