Polícia Militar anuncia reforço na vigilância nas proximidades de presídios goianos

Trabalho é para inibir fugas que crescem neste período do ano

Titular da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap), tenente-coronel Newton Castilho| Foto: André Costa

Com o intuito de reforçar a vigilância das áreas próximas às unidades prisionais goianas, a Polícia Militar de Goiás intensificou as ações preventivas, nessas localidades, em todas as regiões do Estado.

A corporação também está apoiando e participando de operações realizadas em conjunto com a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) para recapturar e, ainda, inibir novas tentativas de fugas por parte dos presos.

De acordo com o titular da Seap, tenente-coronel Newton Castilho, operações ostensivas previamente programadas, como revistas estruturais e apoio nas visitações de fim de ano, continuam sendo realizadas.

M,as o apoio da PM é importante para que se possa manter a segurança nesses locais. “As forças de segurança pública agem de forma integrada e, contar com essa estrutura, especialmente nesse período do ano, é imprescindível”, afirma.

No início da noite desta segunda-feira (25/12), policiais militares do Batalhão de Choque, em ação conjunta com o setor de inteligência da PM, prenderam Alex Rosa e Gabriel Braga de Souza, que haviam fugido da unidade prisional de Inhumas no período da manhã. Dos 14 presos que fugiram da unidade, seis já foram recapturados.

Catalão

Também na noite desta segunda-feira (25/12), o Grupo de Intervenção Tática (GIT) da Seap, com apoio de servidores de plantão, realizaram operação de revista estrutural na unidade prisional de Catalão. Durante inspeção nas celas, foram apreendidos: três aparelhos de telefone celular, dois chips e 24 papelotes contendo drogas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.