Polícia Federal deflagra operação contra a venda ilegal de medicamentos para a obesidade

Como resultado de uma investigação que já dura um ano e sete meses, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e outros dois de condução coercitiva

A venda ilegal de medicamentos sem registro é o foco da operação Boa Forma, deflagrada pela Delegacia de Repressão a Drogas da Polícia Federal em Goiás (DRE-GO) nesta terça-feira (22/7). Como resultado de uma investigação que já dura um ano e sete meses, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e outros dois de condução coercitiva na cidade de Silvânia.

De acordo com a Polícia Federal, os medicamentos comercializados eram remetidos do Estado de Goiás para as cidades de Guará II (DF), Sobradinho (DF), Águas Claras (DF), Samambaia (DF), Ceilândia Norte (DF), Brasília (DF) e Uberaba (MG). Os produtos eram vendidos sem garantias de identidade e de qualidade.

Entre as substâncias vendidas estava a Sibultramina, utilizada para o tratamento de obesidade, sendo que o fármaco consta na lista de psicotrópicos anoxerígenos da Anvisa. O uso sem controle médico pode causar um aumento no risco de infarto do miocárdio e derrame, podendo inclusive provocar graves riscos cardiopulmonares e do sistema nervoso central de quem usa.

O crime apurado prevê pena de prisão de 10 (dez) a 15 (quinze) anos, e multa, conforme disposto no artigo 273, §1º-B, incisos I, III e V do Código Penal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.