Polícia e Procon coibem abusos no preço do gás de cozinha em Goiânia

Caso seja constatado algum aumento injustificado, os responsáveis podem responder por crime contra as relações de consumo

Procon e Decon fiscalizam distribuidoras de gás | Foto: Decon/ Divulgação

Policiais civis da Delegacia de Defesa do Consumidor e fiscais do Procon Goiás realizam fiscalização em revendedoras de gás de cozinha nesta terça-feira, 7. O objetivo é averiguar o comportamento do setor  sobre o preço do produto praticado.

Como já vem acontecendo desde o início da situação emergencial desencadeada pelo novo coronavírus, os servidores estão analisando se há aumento abusivo de preços.

Caso seja constatado algum aumento injustificado, os responsáveis podem responder por crime contra as relações de consumo, além de sofrerem autuações administrativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.