Polícia diz que menina de 11 anos inventou que foi estuprada por 14 homens

Segundo corporação, menor criou a história para tentar evitar uma briga com uma colega da mesma idade

Divulgação

Um caso de estupro coletivo que chamou a atenção da imprensa nacional no início desta semana foi, na verdade, inventado pela suposta vítima, uma menina de apenas 11 anos. A informação é da Polícia Civil de São Paulo.

De acordo com a corporação, a menor criou a história para tentar evitar uma briga com uma colega da mesma idade.

Conforme boletim de ocorrência registrado no domingo (22/4), a vítima estava acompanha de amigos em um baile funk em Praia Grande, no litoral paulista, quando foi estuprada por um grupo de 14 jovens.

Com a ajuda de uma vizinha da família, ela foi encaminhada a um Pronto Socorro, onde os médicos teriam constatado o possível abuso sexual. Agora, segundo a polícia, não foi verificada qualquer violência. A menina estava, na verdade, menstruada.

A versão foi confirmada pela menor em novo depoimento. A polícia também descobriu que não houve sequer o baile funk citado pela garota, que segue sob responsabilidade do Conselho Tutelar local.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.