Polícia Civil prende suspeito de ter cometido homicídios na Grande Goiânia; não há confirmação de que seja serial killer

Segundo delegado, a prisão é resultado do cumprimento de um mandado de prisão

Um suspeito de ter cometido alguns dos assassinatos ocorridos na região metropolitana de Goiânia nas últimas semanas foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (24/6). A informação foi confirmada ao Jornal Opção Online por um delegado que não quis se identificar.

Segundo ele, a prisão é resultado do cumprimento de um mandado de prisão. O caso está sendo mantido em sigilo pela Polícia Civil até o momento porque a instituição espera obter provas, como as possíveis armas dos crimes – que ainda não foi localizada –, antes de divulgar o fato. O nome do suspeito circula nos bastidores, mas ainda não foi confirmado.

De janeiro a maio de 2014 foram registrados 287 homicídios em Goiânia, sendo 48 somente neste mês — até a noite de sexta-feira, 20. A semelhança entre alguns crimes cometidos contra mulheres jovens levou à suscitação da possibilidade de que haveria um serial killer atuando na Grande Goiânia.

A hipótese foi reforçada depois de uma entrevista concedida pelo delegado Waldir Soares ao Jornal Opção Online, assinalando as diversas similaridades de alguns crimes. “Pela características dos crimes, pela análise das ocorrências que nós fizemos, pelo que a imprensa trouxe, em quatro dos seis casos mais recentes houve uma tentativa simulada de assalto, a vítima foi morta com apenas um tiro por motociclistas em uma moto escura, com pilotos de capacete de cor preta”, disse na ocasião.

A hipótese da existência de um serial killer, até o momento, é descartada pela Polícia Civil.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.