Polícia Civil prende prestadores de serviço da Enel por corrupção passiva

Dupla pedia dinheiro de clientes com justificativa de que os medidores estavam adulterados

Dois prestadores de serviço da Enel, Jailton da Silva Oliveira, 27 anos, e João Damasceno de Oliveira Neto, 41, foram presos por corrupção em Rio Verde. A informação é da Polícia Civil (PC).

Ambos são de Aparecida de Goiânia e se deslocaram para a cidade , a fim de “fiscalizar possível adulteração em medidores de energia”.

Segundo a corporação, a dupla pedia dinheiro de clientes com o argumento de que os medidores estavam adulterados. Também conforme os dois, isso geraria multa e suspensão do fornecimento de energia, além de procedimento criminal.

Vítima

Ainda de acordo com a PC, eles se identificaram à uma vítima desta forma e iniciaram suposto procedimento de fiscalização no padrão de energia. Ao perceberem que ela estava assustada com as implicações legais, os servidores disseram que para evitar os problemas ela teria de pagar o valor de R$ 3.500. O pagamento foi combinado para o futuro.

Após suspeitar do procedimento, a proprietária da casa procurou a polícia, que já investigava outras demandas, e organizou uma tocaia com os agentes. Vale destacar que, durante a ocorrência, a vítima continuava a receber chamadas dos acusados.

Ao atender Jailton, ela disse que iria ao banco sacar o dinheiro e o acusado combinou de encontrá-la, ocasião em que foi preso em flagrante.

Jailton confessou e implicou o colega, que negou participação. Eles foram presos em posse de R$ 4 mil em espécie e autuados em flagrante por corrupção passiva.

Enel

Em nota, a Enel Distribuição Goiás afirmou que apura o caso mencionado junto à empresa parceira responsável pelos dois colaboradores. “A distribuidora informa que os prestadores de serviço não podem realizar, em nenhuma hipótese, cobrança aos clientes”.

Ainda segundo a empresa, os clientes não devem efetuar pagamentos aos técnicos em campo e todas as cobranças são realizadas nas contas de energia. “A companhia ressalta que em caso de dúvidas, os clientes devem entrar em contato com a empresa pelos nossos canais de atendimento – 0800 62 01 96 ou redes sociais”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.